Dez elementos básicos de sobrevivência

Os dez elementos básicos de sobrevivência são ferramentas que os clubes de montanhismo e/ou de caminhada e exploração recomendam para uma viagem ou travessia em segurança.

Picareta para gelo.

Os dez elementos essenciais foram descritos pela primeira vez na década de 1930 por um clube de montanhistas que realizava caminhadas e escaladas. Hoje em dia são muitos os especialistas e as organizações que os recomendam e tentam consciencializar os excursionistas, mochileiros e/ou montanhistas que se assegurem de levar consigo estes utensílios considerados essenciais para a sobrevivência em locais remotos.[1]

Lista de elementos essenciaisEditar

 
Canivete multi-uso.

Os dez elementos essenciais são: [2] [3]

Elementos complementaresEditar

É sempre recomendado dispor de utensílios complementares a estes dez, como por exemplo:

  • Purificadores portáteis de água e garrafas de água (ou conta-gotas com 20 mg de hipoclorito de sódio para potabilizar água).
  • Picareta para gelo ou neve (se necessário)
  • Kit de reparação, incluindo uma fita adesiva e materiais de costura básica
  • Repelente para insetos (ou roupa concebida para tal fim)
  • Dispositivos de sinalização, como: um apito, rádio bidirecional ou walkie-talkie, telefone celular / telemóvel ou telefone por satélite, espelho de sinais inquebrável para comunicação ótica ou bengalas.
  • Lona de polietileno e corda (se for necessário sair para procurar refúgio alternativo).

Nem todas as expedições ou excursões requerem o uso da totalidade dos elementos essenciais. Levar estes artigos básicos aumenta as possibilidades de sobrevivência face a emergências inesperadas.

Ver tambémEditar

Referências

  1. «Ten Essentials». Great Outdoor Recreation Pages (em inglês) 
  2. a b Don Graydon and Kurt Hanson, ed. (1997). Mountaineering: The Freedom of the Hills (em inglês) 6a ed. [S.l.: s.n.] pp. 35–40. ISBN 0-89886-427-5 
  3. «Los 10 imprescindibles de The Mountaineers in the rock» 

Ligações externasEditar