Diário da Borborema

Diário da Borborema era um jornal dos Diários Associados que circulava na cidade de Campina Grande.

HistóriaEditar

Foi fundado no dia 2 de outubro de 1957, e em 2001 ganhou o Prêmio Esso de Jornalismo.

O jornal campinense Diário da Borborema foi fundado pelo magnata das comunicações Assis Chateaubriand que, natural da cidade de Umbuzeiro-PB, viveu boa parte da sua juventude em Campina Grande. Sua primeira edição foi publicada em 2 de outubro de 1957 e contou com seis cadernos.

A tiragem inaugural foi impressa em 15 minutos, imediatamente após o corte da fita inaugural promovido pelas autoridades locais da época, como o prefeito Elpídio de Almeida e do Bispo Dom Otávio Aguiar, em sua antiga sede localizada na Rua Venâncio Neiva.

Encerrou suas atividades em 1º de fevereiro de 2012.[1]

PrêmiosEditar

  • 2001: ganhou o Prêmio ExxonMobil de Jornalismo (Esso) Especial de Primeira Página, concedido ao jornalista Cícero Félix, pela reportagem "Terrorista Atacam os Estados Unidos"[2]

Referências

  1. Jornais O Norte e Diário da Borborema são fechados
  2. «Prêmio Esso 2001». Prêmio Esso. Consultado em 22 de março de 2020. Arquivado do original em 19 de abril de 2010 

Ligações externasEditar


  Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.