Abrir menu principal
Disambig grey.svg Nota: Este artigo é sobre o sentido filosófico. Para outros significados, veja Diérese (desambiguação).

O termo Diérese (do grego antigo: διαίρεσις, "divisão") é utilizado em filosofia para designar uma forma de categorização usada na lógica antiga (especialmente platônica) para sistematizar conceitos e produzir definições.[1][2]

Para definir um conceito por meio da diérese, toma-se um conceito mais amplo, que é então dividido em dois ou mais subconceitos específicos. Este procedimento é repetido até que seja produzida uma definição para o conceito original. Além disso, este procedimento acaba também gerando uma taxonomia de outros conceitos, ordenados de acordo com suas relações de natureza geral>específico.

O introdutor da diérese como método de análise foi Platão. Mais tarde, outros lógicos (incluindo Aristóteles) e praticantes de outras ciências empregaram modos de classificação semelhantes, por exemplo para a taxonomia das plantas na botânica.

Embora a categorização ainda seja uma parte importante da ciência, a diérese foi progressivamente abandonada e agora tem interesse sobretudo histórico.

ReferênciasEditar

  1. Pietsch, Christian (2003). «Die Dihairesis der Bewegung in Platon». Rheinisches Museum für Philologie. 146: 303–327 
  2. John Lloyd Ackrill: In Defense of Platonic Division, in: Essays on Plato and Aristotle, Clarendon Press, Oxford 1997, p. 105