Diogo da Silva e Mendonça

Disambig grey.svg Nota: Para outros significados de Diogo da Silva, veja Diogo da Silva (desambiguação).

D. Diogo da Silva e Mendonça (em castelhano, Diego de Silva y Mendoza) foi um fidalgo espanhol de ascendência portuguesa, filho de Rui Gomes da Silva, Príncipe de Éboli e de Ana de Mendoza y La Cerda.

Foi vice-rei de Portugal de 1617 a 1621. O seu governo foi muito contestado, tendo sido substituído logo após a morte do rei que o nomeou, Filipe II de Portugal (III de Espanha).

Já detendo os títulos espanhóis de conde de Salinas, com a sua nomeação para o governo de Portugal recebeu do rei atrás referido o título de 1.º marquês de Alenquer (título português).

Do seu casamento com Maria Sarmiento, condessa de Salinas, descendem em Espanha os duques de Hijar.

D. Diogo da Silva e Mendoza atingiu a glória na literatura espanhola, sendo considerado um eminente poeta.

Ligações ExternasEditar

BibliografiaEditar

Lexicoteca, Moderna Enciclopédia Universal, Círculo de Leitores