Discussão:Ácido acetilsalicílico

Adicionar tópico
Discussões ativas

UntitledEditar

Acho que este redireccionamento está ao contrário, não deveria ser Aspirina->Ácido acetilsalicílico e não o oposto? Jp 17:31, 22 Janeiro 2007 (UTC)

Vc está correto. Hinkel 17:43, 22 Janeiro 2007 (UTC)
Ui, nem quero pensar na dor de cabeça que vai ser tratar dos redireccionamentos... Acho que vou passar, e deixar para alguém mais experiente =) ∴ Jp •msg• 13:46, 23 Janeiro 2007 (UTC)
Química não é o meu assunto predileto na wiki, mas concordo que devia haver uma moção para Ácido acetilsalicílico Rafael Max 01h22min de 7 de Setembro de 2007 (UTC)
A questão é saber se em Portugal ou outros países o nome comercial é aceito como o da substância. Pelo menos no Brasil Aspirina é marca registrada.André Teixeira Lima 03h11min de 7 de Setembro de 2007 (UTC)

SimplificaçãoEditar

Vamos simplificar este artigo. Parece que copiaram uma bula nele. Tem assuntos muito específicos também, que só serviriam para médicos.

Rhcastilhos 20:34, 1 Fevereiro 2007 (UTC)

Falta de DadosEditar

A Aspirina em muitos países foi proibída pois outras substâncias menos agressivas ao intestino tem efeitos semelhantes. Não fala nada sobre isso mas é uma ifnormação fácilmente encontrada em páginas sobre o assunto. Alguém com experiência poderia adicionar tal informação, seria útil. Alias acredito que a falta dela deve ser justamente porque copiaram o conteúdo de uma bula, uma bula nunca menciona seus concorrentes.o comentário precedente não foi assinado por Edson Vicente Carli Junior (discussão • contrib.)

A aspirina causa danos ao estômago pela inibição da enzima COX-1 (ciclooxigenase) permanentemente e não ao intestino. A enzima COX-1 participa da formação do muco protetor da parede estomacal.André Teixeira Lima 05h14min de 26 de Agosto de 2007 (UTC)

Concordo.. pois como uma aluno normal vai entender? Processo, os danos, e como funciona?

Editando a infocaixaEditar

Predefinição:Info/Droga

ml x mLEditar

Estou mudando mL para ml para colocar um padrão nos artigos sobre fármacos, pois a Farmacopéia Brasileira, Farmacopéia Portuguesa, Formulário Nacional da Farmacopéia Brasileira, o Guia de Redação da Farmacopéia Brasileira, a todas utilizam ml como padrão. São livros que norteiam farmacêuticos para construir monografias, além de procedimentos padrão e análises. Também, as bulas de medicamentos no Brasil e o P.R. Brasil ABIMIP, utilizam ml. Portanto, a grafia mais utilizada também deve constar na Wikipédia, por questão de dar padrão aos artigos. Não há motivo de usar IUPAC (neste quesito, se é que a IUPAC define isto), se os órgãos relacionados com medicamentos não usam. ∴Dédi's (discussão) 03h55min de 22 de março de 2009 (UTC)

Bom, na minha época de Faculdade de Farmácia da UFRJ, usávamos a nomenclatura mundialmente aceita: a da IUPAC, em qualquer matéria — Química, Física, Farmacêutica ou Biológica. Isso significa que se se quiser submeter um artigo científico a uma revista internacional, deverá usar a nomenclatura IUPAC, que é o órgão responsável por fixar os padrões mundiais a serem adotados. Ademais, ml ou mL, a unidade é a mesma, só muda o símbolo. Notável é que o L maiúsculo é mais imediatamente inteligível — usando fonte Arial ou Courrier, pode-se confundir o L minúsculo com 1 ou I respectivamente. Danielcz (discussão) 02h59min de 23 de março de 2009 (UTC)
Disto eu sei, as farmacopéias americana e japonesa utilizam o formato mL, ambas são aceitas. Porém, como disse, meu objetivo é dar padrão aos artigos e devido a isso estou montando recomendaçãoes a serem utilizadas no Portal:Farmácia que se referem às unidades e estou usando como base às recomendações da Anvisa, responsável pela Farmacopéia Brasileira e contida no Guia de Redação para monografias. Penso que devemos dar um pouco de valor ao que é feito por aqui, e não somente, traduzir o de lá ou seguir o de lá. Além disto, dentro do contexto, não ocorre a confusão, da mesma forma quando lemos uma palavra, ou seja, não foi necessário escrever Lemos no meio da frase desta forma para alguém entender. Vou deixar como está, mas assim que terminar de montar as recomendações (o que vai demorar um pouco devido a falta de tempo) penso em mudar, não só neste artigo, como nos outros sobre fármacos e espero que não se importe. E assim que forem detectados os erros, um bot fará o trabalho. ∴Dédi's (discussão) 14h54min de 23 de março de 2009 (UTC)
Só que o valor real não é o do símbolo da unidade que se usa, mas os artigos que a trazem. E o que nós temos produzido aqui cientificamente? Qual a qualidade dos nossos trabalhos? Não é o símbolo da unidade que vai dizer, você não concorda? Se temos trabalhos de qualidade internacional, então que adotemos o padrão aceito internacionalmente, pois ninguém voltará a usar o símbolo antigo somente por causa da farmacopeia brasileira...! Danielcz (discussão) 04h55min de 24 de março de 2009 (UTC)
Corrobora com a minha exposição a própria definição WP:PT de Litro: http://pt.wikipedia.org/wiki/Litro#S.C3.ADmbolo Danielcz (discussão) 18h58min de 25 de março de 2009 (UTC)
Tem o link de algum manual externo, sem ser o SI que aceita ambas as versões, que indique o melhor uso de mL em relação ao ml? ∴Dédi's (discussão) 19h19min de 27 de março de 2009 (UTC)
  • A unidade e o simbolo l para litro foi adotado pelo Comitê Internacional de Medidas em 1879. O simbolo L passou a ser adotado em 1979 (16ª CGPM -resolução 6) para não confundir com o algarismo 1. O mesmo vale para os submúltiplos. Portanto, o correto é usar mL (sem ponto). NH (discussão) 02h18min de 28 de março de 2009 (UTC)
Se dizem, vou deixar este como está, a primeira versão foi mL. Todavia, irei continuar escrevendo ml nos artigos futuros que criar e considerar a primeira versão colocada no artigo como a que deve ficar nos que revisar, pois ambas estão corretas e eu não confundo. Não vou entrar no ponto da comparação da nossa produção científica pois não vem ao caso. Agora, se alguém conseguir explicar o motivo de utilizarem ml nas farmacopéias brasileira e portuguesa ficarei feliz será que os doutores que criam as normas não viram isto ou não foi revisto o texto desde 1979? ∴Dédi's (discussão) 03h01min de 28 de março de 2009 (UTC)
  • A Farmacopéia Brasileira é da responsabilidade da Anvisa. Ela deve saber o que não sabemos. NH (discussão) 03h42min de 28 de março de 2009 (UTC)
Regressar à página "Ácido acetilsalicílico".