Abrir menu principal
Disambig grey.svg Nota: "Santa Doroteia" redireciona para este artigo. Para a igreja de mesmo nome em Roma, veja Santa Dorotea.
Santa Doroteia de Cesareia
Santa Doroteia
Virgem e Mártir
Nascimento  em Cesareia da Capadócia
Morte 304 em Roma
Veneração por Igreja Católica
Principal templo Igreja de Santa Doroteia, em Roma
Festa litúrgica 6 de fevereiro
Atribuições a santa das frutas e das flores
Padroeira A Santa das Flores
Gloriole.svg Portal dos Santos

Doroteia de Cesareia foi uma jovem capadócia, conhecida por oferecer sua virgindade a Deus e por este motivo fora perseguida e martirizada. Também conhecida pela devoção popular como a santa das flores. Nobre, muito rica e bem educada, Doroteia viveu em Cesareia, capital da província romana da Capadócia e foi, segundo a lenda, martirizada por ser cristã no ano de 304 d.C., vítima das perseguições de Diocleciano.

Ela e Teófilo são mencionados no Martirológio Romano como mártires de Cesaréia na Capadócia, com um dia de festa em 6 de fevereiro.[1]

PadronadoEditar

Ela é considerada a padroeira dos jardineiros. Em sua festa (6 de fevereiro) as árvores são abençoadas em alguns lugares. [2] Ela também é padroeira de cervejeiros, noivas, floristas, parteiras, recém-casados e Pescia, Itália.

Referências

  1. Martyrologium Romanum. [S.l.]: Libreria Editrice Vaticana. 2001. ISBN 88-209-7210-7 
  2. Meier, Gabriel (1909). St. Dorothea. The Catholic Encyclopedia. 5. New York: Robert Appleton Company 
  Este artigo sobre cristianismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.