Abrir menu principal

Dote é a transferência de propriedades dos pais, como presentes, dinheiro ou outros bens quando ocorre o casamento de uma filha.[1] O dote contrasta com os conceitos relacionados de preço de noiva e contradote. Enquanto o preço da noiva ou serviço de noiva é um pagamento feito pelo noivo ou sua família para os pais da noiva, o dote são os bens transferidos da família da noiva para o noivo ou sua família.[1] O dote é um costume antigo e sua existência pode ocorrer antes de registros sobre ele. Os dotes continuam a ser esperados e exigidos como condição para aceitar uma proposta de casamento em algumas partes do mundo, principalmente em partes da Ásia, África do Norte e Balcãs. Em algumas partes do mundo, as disputas relacionadas ao dote às vezes resultam em atos de violência contra as mulheres, incluindo assassinatos e ataques com ácido.[2][3][4] O costume do dote é mais comum em culturas que são fortemente patrilinear e que esperem que as mulheres residam com ou perto da família do marido.[5] Os dotes têm longa história na Europa, Sul da Ásia, África e outras partes do mundo.[5]

Referências

  1. a b Goody, Jack (1976). Production and Reproduction: A Comparative Study of the Domestic Domain. Cambridge: Cambridge University Press. p. 6 
  2. «BBC NEWS – Programmes – Crossing Continents – India's dowry deaths». Consultado em 20 de abril de 2016. Cópia arquivada em 7 de abril de 2016 
  3. «Understanding and addressing violence against women» (PDF). Cópia arquivada (PDF) em 7 de março de 2016 
  4. «Combating Acid Violence in Bangladesh, India, and Cambodia» (PDF). Cópia arquivada (PDF) em 24 de dezembro de 2012 
  5. a b «dowry | marriage custom». Encyclopædia Britannica. Consultado em 14 de outubro de 2015. Cópia arquivada em 16 de outubro de 2015