Drogo de Champanhe

Drogo (670708), filho de Pepino de Herstal e Plectrude, foi duque de Champanhe por nomeação de seu pai em 690 e duque da Borgonha a partir da morte de Norberto em 697. Foi o prefeito do palácio da Borgonha a partir de 695. Ele se casou com Anstrude, filha de Ansflede e Varratão, o ex-prefeito do palácio da Nêustria e da Borgonha, e também viúva do prefeito do palácio Bertar.

Drogo de Champanhe
Drogo de Champanhe
Nascimento 670
Morte 708 (37–38 anos)
Progenitores
Cônjuge Adaltruda
Filho(a)(s) Arnulfo de Champanhe, Hugues de Rouen, Gottfried, Pepin
Irmão(ã)(s) Carlos Martel, Grimoaldo, o Moço, Childebrando I
Ocupação político

Drogo morreu antes de seu pai e eixou o ducado de Champanhe para seu segundo filho mais velho, porque seu primogênito, Hugo de Ruão, havia entrado para um monastério. Drogo foi sepultado em Metz.

Pepino de Herstal (◊ c. 635 † 714)

♀ Plectrude (◊ ? † depois de 717)

Casamentos e filhos

editar
  • com Anstrude (◊ ? † ?)
  1. Hugo de Ruão (◊ ? † 731) Abade de Fontenelle (agora (Saint-Wandrille-Rançon) e Jumièges. Arcebispo de Ruão e bispo de Paris e Bayeux.
  2. Arnulfo (◊ c. 690 † 723) Duque de Champanhe
  3. ♂ Godofredo (◊ ? † ?)
  4. ♂ Pepino (◊ ? † ?)

Fontes

editar
  • Dictionnaire de Biographie Française. Roman d'Amat and R. Limousin-Lamothe (ed). Paris, 1967.
  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.