Ducado da Livônia

O Ducado da Livônia, Ducado da Livónia ou Inflantia (polonês: Inflanty) foi o que restou da Livônia, que foi mantido pela República das Duas Nações depois do Tratado de Oliwa em 1660.[1]

Księstwo Zadźwińskie (polonês)
Ducatus Ultradunensis (latim)
Herzogtum Livland (alemão)
Ducado de Livônia
Vassalo do Grão-Ducado da Lituânia, em seguida, da Comunidade Polaco-Lituana
 
1561–1629
 


Polish-Lithuanian Commonwealth (1619).png
Comunidade polaca-lituana com suas principais subdivisões após a Trégua de Deulino (1618), sobreposta às fronteiras nacionais atuais. O Ducado de Livônia (cinza) abrange os territórios da Letônia e Estônia; a Estônia sueca em verde.[nota 1]
Capital Fellin (Viljandi)

Governo Principado
Líder Grão-Duque da Lituânia e Reis da Polônia
1561–72 Sigismundo II Augusto da Polônia
1573–75 Henrique III de França
1576–86 Estêvão Báthory da Polônia e Ana Jagelão da Polônia
1588–1621 Sigismundo III Vasa da Polônia
Governador
1566–78 Jan Hieronimowicz Chodkiewicz

Idade Moderna Era histórica
1561 Começo
28 de novembro de 1561 Tratado de Vilnius
1620–22 Guerra polaco–sueca
25 de setembro de 1629 Tratado de Altmark

O nome Inflanty se origina do nome alemão para a Livônia - Livland, mais tarde transformado no estilo polonês para nomes. A Livônia, que tinha sido um território comum da República das Duas Nações desde 1561, foi conquistada pela Suécia na década de 1620, durante as Guerras polaco-suecas, sendo que a conquista total do território ocorreu em 1629. Sob o domínio sueco, o país tornou-se conhecido por Livônia sueca, que foi formalmente reconhecida em Oliwa, em 1660. Em oposição à Livônia sueca, surgiu o nome Livônia polonesa ou Livónia polaca (Inflanty Polskie).

Divisão administrativaEditar

Ver tambémEditar

Notas

  1. Embora colorido de verde, a ilha Saaremaa não fazia parte da Suécia até 1645 e pertencia à coroa dinamarquesa. Foi cedido à Suécia junto com Gotlândia após a assinatura do Segundo Tratado de Brömsebro (1645).

Referências

  1. Brand 2005, p. 17.

BibliografiaEditar

Ligações externasEditar