Abrir menu principal

As Quasi Edições foi uma editora portuguesa, fundada em 1999 pelo escritor Jorge Reis-Sá. Com a criação da empresa Do Impensável - Projecto de Atitudes Culturais, Lda., por este e pelo também escritor Valter Hugo Mãe, onde foi incorporada, passou a ser gerida por ambos até Dezembro de 2004, altura em que o segundo alienou a sua participação na mesma empresa. Desde então até Outubro de 2009, foi novamente Jorge Reis-Sá o único gerente. Nessa data cessou, com o encerramento da empresa, a sua actividade editorial. Tinha sede em Vila Nova de Famalicão.

Com a publicação de alguns nomes sonantes do panorama literário português, em especial no domínio da literatura, a editora era reconhecida pela qualidade das obras, e por um grafismo extremamente cuidado.

Das obras publicadas destaca-se Portugalando, de José Miguel Júdice, Nós, os Portugueses, de Maria Filomena Mónica, ou Poemas, Sonetos e Baladas de Vinicius de Moraes. Na sua lista de autores constam ainda nomes portugueses como Jorge Reis-Sá, Valter Hugo Mãe, Francisco José Viegas, José Luís Peixoto, Adolfo Luxúria Canibal ou Nuno Rocha Morais e entre os estrangeiros destacam-se Pedro Almodóvar ou Anton Tchekov. Ficou interrompida a projectada edição das obras completas de António Botto (sob a organização de Eduardo Pitta), de que só foram editados os dois primeiros volumes.

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar

  Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.
  Este artigo sobre uma empresa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.