Abrir menu principal

Edifício Diederichsen

Edifício Diederichsen
Edifício Diederichsen - comprimento lateral.jpg

Comprimento lateral, visto a partir do cruzamento das ruas Álvares Cabral e General Osório

História
Período de construção
Status
Concluído
Uso
misto (hotel, escritórios e lojas)
Arquitetura
Estilo
Estatuto patrimonial
Pisos
6
Administração
Contratante
Antônio Diedrichsen
Proprietário
Santa Casa de Ribeirão Preto
Localização
Localização
Rua Álvares Cabral, 469, Centro, Ribeirão Preto
 São Paulo,  Brasil
Endereço
Coordenadas

Edifício Diederichsen é um edifício situado no Centro da cidade de Ribeirão Preto, que se caracteriza por ser o primeiro edifício vertical da cidade e um dos dois primeiros do interior do estado de São Paulo, juntamente com o Edifício Santana em Campinas. Localizado na Rua Álvares Cabral, com laterais para as ruas General Osório (o calçadão, junto à Praça XV de Novembro) e São Sebastião, o edifício, construído em meados da década de 1930 por Antônio Diederichsen, é um expoente do estilo art déco[1].

HistóriaEditar

 
Placa junto da entrada - nela está escrito:
Edifício Diederichsen
A Antônio Diederichsen
Grande benemérito desta cidade e propulsionador do seu progresso, homenagem do povo de Ribeirão Preto
20-12-1936
.

Antônio Diederichsen (1875-1955) nascido em São Paulo, filho de imigrantes alemães, estudou agronomia na Alemanha e depois tornou-se banqueiro, construindo alguns edifícios em Ribeirão Preto, cidade onde veio a se estabelecer[2] desde os tempos em que trabalhou para o coronel Francisco Schmidt, ex-sócio de seu tio, Arthur Diederichsen[3].

Durante décadas, o Edifício Diederichsen abrigou o Cine São Paulo, com capacidade para 1 200 pessoas, além da Cafeteria Única e de também ter sido a instalação original da Choperia Pinguim[4].

PropriedadeEditar

A Santa Casa de Ribeirão Preto é a proprietária do imóvel e responsável pelos aluguéis das salas no edifício, pretendeu em 2017 retirar os inquilinos para fazer uma reforma, com vistas à transformação do edifício em centro cultural[5].

TombamentoEditar

Através do processo 37922/98, o Edifício Diederichsen foi tombado pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico do estado de São Paulo (CONDEPHAAT) através da resolução SC 33, de 8 de agosto de 2005 e inscrito no Livro do Tombo Histórico sob o número 366, página 100, em 27 de novembro de 2009[1].

GaleriaEditar

Referências

  1. a b «Edifício Diederichsen». CONDEPHAAT. Consultado em 7 de setembro de 2017. Arquivado do original em 8 de setembro de 2017 
  2. «Antônio Diederichsen no Museu do Café». Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto 
  3. MEIRELLES, Luiza. «Influentes na história». Revide. Consultado em 7 de setembro de 2017 
  4. LOURENÇO, José Manuel (3 de outubro de 2016). «Edifício Diederichsen vai se tornar um centro cultural em Ribeirão Preto». A Cidade ON. Consultado em 7 de setembro de 2017 
  5. «Santa Casa de Ribeirão decide reformar prédio e inquilinos recebem ordem de desocupação: 'Cruel'». EPTV Ribeirão e Franca. 9 de junho de 2017. Consultado em 7 de setembro de 2017