Abrir menu principal

Eisner Award para Best Reality-Based Work

Eisner Award para Melhor História em Quadrinhos Baseada em Fatos Reais
País  Estados Unidos
Primeira cerimónia 2006
Última cerimónia 2017
Sítio oficial

O Eisner Award para Best Reality-Based Work (em português, Melhor Obra Baseada em Fatos Reais,[1] Melhor Obra Baseada em Fatos[2] ou Melhor Não-Ficção[3]) é uma das categorias do Will Eisner Comic Industry Award, popularmente conhecido como Eisner Awards. A cerimônia foi estabelecida em 1988 e desde então é realizada durante a convenção "Comic-Con", que ocorre anualmente em San Diego, Califórnia. A categoria foi incluída na premiação em 2006.

Índice

HistóricoEditar

Entre 1985 e 1987, a editora Fantagraphics Books promoveu o Kirby Awards, uma premiação dedicada à indústria dos quadrinhos e com os vencedores recebendo seus prêmios sempre com a presença do artista Jack Kirby. As edições do Kirby Awards eram organizadas por Dave Olbrich, um funcionário da editora. Em 1987, com a saída de Olbrich, a Fangraphics decidiu encerrar o Kirby Awards e instituiu o Harvey Awards, cujo nome é uma homenagem à Harvey Kurtzman. Olbrich, por sua vez, fundou no mesmo ano o "Will Eisner Comic Industry Award".[4]

Em 1988, a primeira edição do prêmio foi realizada, no mesmo modelo até hoje adotado: Um grupo de cinco membros reune-se, discute os trabalhos realizados no ano anterior, e estabelece as indicações para cada uma das categorias, que são então votadas por determinado número de profissionais dos quadrinhos e os ganhadores são anunciados durante a edição daquele ano da San Diego Comic-Con, uma convenção de quadrinhos realizada em San Diego, Califórnia. Por dois anos o próprio Olbrich organizou a premiação até que, ao ver-se incapaz de reunir os fundos necessários para realizar a edição de 1990 - que acabou não ocorrendo - ele decidiu transferir a responsabilidade para a própria Comic-Con, que desde 1990 emprega Jackie Estrada para organizá-lo.[5][4]

VencedoresEditar

 
Alison Bechdel, autora de Fun Home, autobiografia vencedora da categoria em 2007.
 
O cartunista e professor James Sturm, autor de Satchel Paige: Striking Out Jim Crow, obra vencedora em 2008.
 
Yoshihiro Tatsumi, aclamado mangaká autor da autobiografia A Drifting Life (劇画漂流 Gekiga Hyōryū), obra vencedora em 2010.
 
Jeff Jensen, roteirista de Green River Killer: A True Detective Story, obra vencedora da categoria em 2012.
 
O ativista político e congressista americano John Lewis foi o autor, ao lado do roteirista Andrew Aydin e do ilustrador Nate Powell, da trilogia March, cujos volumes 2 e 3 foram as obras vencedoras da categoria em 2016 e 2017.
Ano Obra (s) Artista(s) Editora Indicados Nota
2006 Nat Turner Kyle Baker Kyle Baker Publishing
  • Embroideries,, por Marjane Satrapi (Pantheon)
  • Epileptic, por David B. (Pantheon)
  • Pyongyang, por Guy Delisle (Drawn & Quarterly)
  • True Story, Swear to God (Clibs Boy Comics) e True Story, Swear to God: This One Goes to Eleven (AiT/Planet Lar), por Tom Beland

[1]
2007 Fun Home Alison Bechdel Houghton Mifflin
  • I Love Led Zeppelin, por Ellen Forney (Fantagraphics)
  • Mom's Cancer, por Brian Fies (Abrams)
  • Project X Challengers: Cup Noodle, por Tadashi Katoh (Digital Manga)
  • Stagger Lee, por Derek McCulloch e Shepherd Hendrix (Image)

[2]
2008 Satchel Paige: Striking Out Jim Crow James Sturm

Rich Tommaso
Center for Cartoon Studies/Hyperion
  • Laika, por Nick Abadzis (First Second)
  • The Magical Life of Long Tack Sam, por Ann Marie Fleming (Riverhead Books/Penguem Group)
  • Sentences: The Life of MF Grimm, por Percy Carey e Ronald Wimberly (Vertigo/DC)
  • White Rapids, por Pascal Blanchet (Drawn & Quarterly)

[6]
2009 What It Is Lynda Barry Drawn & Quarterly
  • Alan's War, por Emmanuel Guibert (First Second)
  • Blue Pills: A Positive Love Story, por Frederik Peeters (Houghton Mifflin)
  • Fishtown, por Kevin Colden (IDW)
  • A Treasury of XXth Century Murder: The Lindbergh Child, por Rick Geary (NBM)

[7]
2010 A Drifting Life Yoshihiro Tatsumi Drawn & Quarterly
  • Footnotes in Gaza, por Joe Sacco (Metropolitan/Holt)
  • The Imposter's Daughter, por Laurie Sandell (Little, Brown)
  • Monsters, por Ken Dahl (Secret Acres)
  • The Photographer, por Emmanuel Guibert, Didier Lefèvre e Frédéric Lemerier (First Second)
  • Stitches, por David Small (Norton)

[8]
2011 It Was the War of the Trenches Jacques Tardi Fantagraphics
  • Picture This: The Nearsighted Monkey Book, por Lynda Barry (Drawn & Quarterly)
  • Special Exits: A Graphic Memoir, por Joyce Farmer (Fantagraphics)
  • Treasury of XXth Century Murder: The Terrible Axe Man of New Orleans, por Rick Geary (NBM)
  • Two Generals, por Scott Chantler (McClelland & Stewart)
  • You'll Never Know Book 2: Collateral Damage, por Carol Tyler (Fantagraphics)

[9]
2012 Green River Killer: A True Detective Story Jeff Jensen

Jonathan Case
Dark Horse Books
  • Around the World, porMatt Phelan (Candlewick)
  • Marzi: A Memoir, por Marzena Sowa e Sylvain Savoia (Vertigo/DC)
  • Onward Towards Our Noble Deaths, por Shigeru Mizuki (Drawn & Quarterly)
  • Vietnamerica, por GB Tran (Villard)

[10]
2013 Annie Sullivan and the Trials of Helen Keller Joseph Lambert Center for Cartoon Studies/Disney Hyperion
  • A Chinese Life, por Li Kunwu e P. Ôtié (Self Made Hero)
  • The Infinite Wait and Other Stories, por Julia Wertz (Koyama Press)
  • Marbles: Mania, Depression, Michelangelo & Me, por Ellen Forney (Gotham Books)
  • You’ll Never Know, Book 3: A Soldier’s Heart, por C. Tyler (Fantagraphics)

[11]
(Empate)
The Carter Family: Don’t Forget This Song Frank M. Young

David Lasky
Abrams ComicArts
2014 The Fifth Beatle: The Brian Epstein Story Vivek J. Tiwary

Andrew C. Robinson

Kyle Baker
M Press/Dark Horse
  • A Bag of Marbles, por Joseph Joffo, Kris e Vincent Bailly (Graphic Universe/Lerner)
  • Hip Hop Family Tree, vol. 1, por Ed Piskor (Fantagraphics)
  • March: Book One, por John Lewis, Andrew Aydin e Nate Powell (Top Shelf)
  • Today Is the Last Day of the Rest of Your Life, por Ulli Lust (Fantagraphics)
  • Woman Rebel: The Margaret Sanger Story, por Peter Bagge (Drawn & Quarterly)

[3]
2015 Hip Hop Family Tree, vol. 2 Ed Piskor Fantagraphics
  • Can't We Talk About Something More Pleasant?, por oz Chast (Bloomsbury)
  • Dragon's Breath and Other True Stories, por MariNaomi (2d Cloud/Uncivilized Books)
  • El Deafo, por Cece Bell (Amulet/Abrams)
  • Nathan Hale's Hazardous Tales: Treaties, Trenches, Mud, and Blood, por Nathan Hale (Abrams)
  • To End All Wars: The Graphic Anthology of The First World War, editado por Jonathan Clode e John Stuart Clark (Soaring Penguin)

[12]
2016 March: Book Two John Lewis

Andrew Aydin

Nate Powell
Top Shelf/IDW
  • The Arab of the Future: A Childhood in the Middle East, 1978–1984, por Riad Sattouf (Metropolitan Books)
  • Displacement: A Travelogue, por Lucy Knisley (Fantagraphics)
  • Hip Hop Family Tree, Book 3: 1983–1984, por Ed Piskor (Fantagraphics)
  • Invisible Ink: My Mother’s Secret Love Affair with a Famous Cartoonist, por Bill Griffith (Fantagraphics)
  • The Story of My Tits, por Jennifer Hayden (Top Shelf/IDW)

[13]
2017 March: Book Three

[14]

Referências

  1. a b Érico Assis (24 de julho de 2006). «San Diego Comic-Con 2006: Conheça os vencedores do Eisner Awards». Omelete. Consultado em 4 de julho de 2017 
  2. a b Érico Assis (8 de agosto de 2007). «Eisner Awards 2007 anuncia os seus vencedores». Omelete. Consultado em 4 de julho de 2017 
  3. a b Bruno Silva (26 de julho de 2014). «Eisner Awards 2014: Saga é a grande vencedora da premiação». Omelete. Consultado em 4 de julho de 2017 
  4. a b Jackie Estrada. «"The Eisner Awards: A Brief History"». Comic-con.org (em inglês). Consultado em 4 de julho de 2017. Arquivado do original em 6 de março de 2011 
  5. «The Will Eisner Comic Industry Awards». Comic-con.org (em inglês). Consultado em 4 de julho de 2017. Arquivado do original em 6 de março de 2011 
  6. Érico Assis (26 de julho de 2008). «Eisner Awards 2008». Omelete. Consultado em 4 de julho de 2017 
  7. Érico Assis (25 de julho de 2009). «Conheça os vencedores do Eisner Awards 2009». Omelete. Consultado em 4 de julho de 2017 
  8. Érico Assis (24 de julho de 2010). «Conheça os vencedores do Eisner Awards 2010». Omelete. Consultado em 4 de julho de 2017 
  9. Érico Assis (23 de julho de 2011). «Eisner Awards 2011: Os vencedores». Omelete. Consultado em 4 de julho de 2017 
  10. Érico Assis (14 de julho de 2012). «Eisner Awards 2012: Confira os vencedores da premiação». Omelete. Consultado em 4 de julho de 2017 
  11. Érico Assis (20 de julho de 2013). «Eisner Awards 2013: Chris Ware e Saga são os grandes vencedores». Omelete. Consultado em 4 de julho de 2017 
  12. Marcelo Hessel (11 de julho de 2015). «Eisner Awards: Conheça os vencedores do principal prêmio de HQs dos EUA». Omelete. Consultado em 4 de julho de 2017 
  13. Marcelo Forlani (23 de julho de 2016). «Eisner Awards 2016: Veja a lista dos ganhadores do principal prêmio de HQs dos EUA». Omelete. Consultado em 4 de julho de 2017 
  14. Marcelo Hessel (22 de julho de 2017). «Eisner Awards: Saga leva o prêmio principal e supera recorde de Sandman». Omelete (em inglês). Consultado em 31 de julho de 2017 

Ligações externasEditar