Eleições presidenciais na Ucrânia

As eleições presidenciais ucranianas acontecem para eleger o presidente da Ucrânia pelos próximos cinco anos.[1]

Existe a possibilidade de apenas uma reeleição.

Desde a criação do cargo de Presidente da Ucrânia em 1991, as eleições presidenciais ocorreram sete vezes: em 1991, 1994, 1999, 2004, 2010, 2014 e 2019.

ProcedimentoEditar

As regras da eleição presidencial são definidas pela Constituição ucraniana[1] de 25 de março de 1999 (com a redação que lhe foi dada em 18 de março de 2014). [2]

Requisitos de elegibilidadeEditar

Um candidato ao cargo de presidente deve:

  • ser um cidadão da Ucrânia;
  • ter pelo menos 35 anos no dia da eleição;
  • tem direito de voto;
  • falar a língua oficial (ucraniano);
  • morar na Ucrânia nos últimos dez anos.[1][2]

Um candidato pode ser indicado por um partido político ou autoindicado.[2]

Voto popularEditar

O presidente é eleito por voto popular direto em uma disputa majoritária de dois turnos: se nenhum candidato obtiver a maioria simples (mais de 50%) dos votos no primeiro turno, os dois candidatos com mais votos avançam para o segundo turno. O segundo turno é realizada dentro de duas semanas após a primeira. Se um dos dois candidatos restantes desistir da disputa menos de 12 dias antes do segundo turno, o outro ainda deve ganhar mais de 50% dos votos do segundo turno para ser eleito presidente.[1]

O eleitor deve ser cidadão ucraniano e ter pelo menos 18 anos no dia da eleição.[2]

Não há requisitos para uma certa participação eleitoral mínima.[3]

Lista das eleições presidenciais ucranianasEditar

Participação eleitoralEditar

A maior participação eleitoral - 84% - foi registrada durante a primeira eleição em dezembro de 1991.[4]

Ver tambémEditar

Referências