Elizabeth Gooking Greenleaf

Elizabeth Gooking Greenleaf (11 de novembro de 1681 - 11 de novembro de 1762 [1] ) foi a primeira mulher apotecária nas Treze Colônias .[2] Ela é considerada a primeira farmacêutica dos Estados Unidos.[2]

Elizabeth Gooking Greenleaf
'
Nascimento 1681
Morte 11 de novembro de 1762
Progenitores
  • Capt. Samuel Gookin
Cônjuge Daniel Greenleaf
Filho(s) William Greenleaf, Daniel Greenleaf, Stephen Greenleaf, Mercy Greenleaf
Ocupação farmacêutico,

BiografiaEditar

Elizabeth Gooking nasceu em Cambridge , Massachusetts Colony em 1681, filha de Samuel e Mary Gooking.[1] Ela se casou com o ministro, médico e farmacêutico Daniel Greenleaf (graduado em Harvard ) em 1699.[2][3] O casal teve doze filhos.[4]

Em 1727, Elizabeth mudou-se para Boston para abrir um boticário. Embora este fosse um papel exclusivamente realizado por homens, Massachusetts não possuía nenhuma lei para impedir as mulheres de praticar.[4] Isso fez dela a única mulher entre os 32 boticários que trabalhavam na Nova Inglaterra na época.[3]

Mais tarde, em 1727, Daniel mudou-se para Boston para se juntar a ela depois de renunciar ao cargo de pastor da Igreja Congregacional em Yarmouth . Eles administraram a loja juntos por várias décadas.[2]

Elizabeth Gooking Greenleaf morreu em 1762, seguida por seu marido em 1763.[2]

Foi uma das 17 mulheres a serem homenageadas pela American Pharmacists Association em 2012, por "contribuições para a profissão e o avanço das mulheres na farmácia".[5]

ReferênciasEditar

Ligações externasEditar