Abrir menu principal
Emanuel Mendez da Costa
Emmanuel Mendez da Costa
Nascimento 5 de junho de 1717
Londres[1]
Morte 31 de maio de 1791 (73 anos)
Londres[1]
Nacionalidade Reino Unido Britânico
Instituições Royal Geographical Society
Campo(s) História natural, naturalismo, botânica

Emanuel Mendez da Costa (5 de Junho, 1717 – 31 de Maio, 1791) foi um botânico, naturalista e filósofo britânico, e colecionador de valiosas notas e manuscritos, e de anedotas dos letrados.[2]

Ele foi um dos primeiros judeus membros (Fellows) da Royal Society of London, e tornou-se bibliotecário.[1] Ele também foi membro da "Sociedade de Antiquários de Londres"; um membro da Sociedade de Botânica, em Florença, a "Sociedade Aureliano", e da "Spalding Gentlemen's Society".

Suas publicações incluíram A Natural History of Fossils 1757, Elements of Conchology, or An Introduction to the Knowledge of Shells 1776, British Conchology 1778, e vários artigos importantes no Philosophical Transactions of the Royal Society e outras publicações científicas.

Referências

  1. a b c Gould, Stephen Jay (2003). A Montanha de Moluscos de Leonardo da Vinci. Ensaios Sobre História Natural. São Paulo: Companhia das Letras. p. 101-116. 511 páginas. ISBN 85-359-0431-X 
  2. Rousseau, G.S.; Haycock, David (2000). «The Jew of Crane Court: Emanuel Mendes Da Costa (1717–91), Natural History and Natural Excess». Jnl of the History of Science. 38 (120). p. 127–170 

BibliografiaEditar

P.J.P. Whitehead, 1977. "Emanuel Mendez da Costa and the conchology,or Natural History of Shells", Bulletin of the British Museum of Natural History (Historical Series), 6:1-24

Ligações externasEditar