Abrir menu principal
Santa Emerenciana
Estátua em Venasque, Provença-Alpes-Costa Azul, França
Mártir
Nascimento século II
Morte c. 304 em Roma
Veneração por Igreja Católica
Principal templo Sant'Agnese fuori le mura, Roma
Festa litúrgica 23 de janeiro
Atribuições Uma jovem com pedras no colo e lírios nas mãos ou sendo apedrejada até a morte
Padroeira problemas estomacais
Gloriole.svg Portal dos Santos

Santa Emerenciana foi uma mártir romana do século IV. De acordo com sua hagiografia, a mãe de Emerenciana foi uma ama-de-leite e babá de Inês, uma rica herdeira romana que foi martirizada depois recusar um casamento forçado. Emerenciana era uma catecúmena, ainda aprendendo sobre o cristianismo, e não batizada ainda, e acabou se tornando um exemplo da crença de que os mártires são "batizados no sangue", podendo aceder ao paraíso mesmo antes de conseguirem o batismo.

Uns poucos dias depois da morte de Inês, Emerenciana foi capturada rezando no seu túmulo. Muito triste com a morte de sua melhor amiga, ela também afirmou ser cristã e disse aos seus captores que era irmã de criação de Inês. Foi então humilhada e apedrejada pela multidão.

Sua festa litúrgica é 23 de janeiro e Santa Emerenciana é geralmente representada como uma jovem com pedras no colo e lírios na mão ou sendo apedrejada até a morte por uma multidão. Seu túmulo está na basílica de Sant'Agnese fuori le mura, em Roma. Um altar dedicado a ela com um relevo em mármore de Ercole Ferrata sobre seu martírio está em Sant'Agnese in Agone.

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Emerenciana