Abrir menu principal
Hadramaute, a província mais atingida

As enchentes de 2008 no Iêmen começaram em 23 de outubro, em decorrência das fortes chuvas da tempestade tropical que atingiu o país. Os últimos dados revelam que ao menos 180 pessoas morreram ou estão desaparecidas. Além disso, seis morreram atingidas por raios, quatro delas nas províncias de Ta'izz e Lahij, no sul, e duas na região de Al Mahwit, no norte da capital, Sanaa. Também há mais de 10.000 desabrigados segundo as autoridades.

Situado no norte da Península Arábica, o Iêmen tem uma predisposição para inundações durante a temporada de chuva de monções.

DanosEditar

Os danos são considerados graves porque a maioria das casas das áreas afetadas são construídas com tijolos de barro.

Pelo menos 2.000 casas, 84 edifícios públicos e três mesquitas foram destruídos ou sofreram danos no sudeste do país, de acordo com o Ministério do Interior. Linhas de energia, estradas e linhas telefônicas também foram destruídas e ou danificadas. O fornecimento de água também foi prejudicado.

EvacuaçõesEditar

Cerca de 20.000 pessoas foram evacuadas nas regiões atingidas, enquanto as autoridades tentavam resgatar outros 800 habitantes, que ficaram totalmente isoladas pelo aumento do nível dos rios.

Ajuda internacionalEditar

FontesEditar

Referências