Energia do vácuo

A energia do vácuo ou energia do vazio é uma energia de fundo existente no espaço inclusive na ausência de todo tipo de matéria. A energia do vácuo tem uma origem puramente quântica e é responsável por efeitos físicos observáveis como o efeito Casimir. Assim mesmo a energia do vácuo permite a evaporação de um buraco negro através da radiação Hawking.

A energia do vácuo teria também importantes consequências cosmológicas estando relacionado com o período inicial de expansão inflacionária e com a aparente aceleração atual da expansão do Universo. Alguns astrofísicos pensam que a energia do vácuo poderia ser responsável pela energia escura do universo (popularizada no termo quintessência) associada com a constante cosmológica da relatividade geral. Esta energia escura desempenharia um papel similar ao de uma força de gravidade repulsiva contribuindo com a expansão do Universo.

HistóriaEditar

Em 1934 Georges Lemaître utilizou uma equação análoga a uma equação de estado de um gás ideal para interpretar a constante cosmológica em termos de densidade de energia do vácuo. Em 1973, Edward Tryon propôs que o universo poderia ser uma flutuação quântica do vácuo em que a flutuação positiva estaria representada pela massa e energia e a flutuação negativa pela energia potencial gravitacional global do universo. Durante os anos 80 se realizaram numerosos intentos de relacionar a energia do vácuo com alguma teoria de grande unificação que poderia ser confirmada pelas observações astrofísicas. Até agora estes esforços tem fracassado.

Ligações externasEditar

NotíciasEditar

Ver tambémEditar

  Este artigo sobre física é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.