Errata ou corrigenda (plural de erratum ou corrigendum) são correções tipográficas anexadas a um livro, manual ou publicação.[1][2] Geralmente são impressas nas páginas finais da obra ou em folha separada. Essas correções e outras que venham a ser descobertas serão incorporadas à obra numa edição posterior, à qual se costuma incluir o sub-título "edição revista e corrigida".

Erratas no jornalismoEditar

Erratas são o meio mais comum e mais utilizado de se fazer algum tipo de retratação, é um direito concebido pela LEI Nº 13.188, DE 11 DE NOVEMBRO DE 2015.[3]

Antes dessa lei ser outorgada as erratas já atuavam no jornalismo impresso como maneira de diminuir ou sanar os possíveis danos causados por erros de quaisquer ordem.

Errata do Jornal Correio BrazilienseEditar

Uma das erratas mais famosa do mundo jornalístico foi o caso do jornal Correio Braziliense, que no dia 03 de Agosto de 2000, fez o leitor acreditar que o secretário da presidência Eduardo Jorge Caldas Pereira estava envolvido em esquemas suspeitos com o Banco do Brasil. No dia seguinte, o jornal se retratou com a matéria “O Correio Errou” publicando em primeira página o erro que tinha cometido. Por esse motivo, ganhou o Prêmio Esso de melhor contribuição à imprensa. Esse caso foi uma das retratações de maior ênfase da história do jornalismo, contrariando a tendência dos meios comunicativos de esconder os erros.[4]

O jornalismo atual e a tendência de esconder errosEditar

No decorrer da existência do jornalismo impresso as erratas são por vezes pequenas, passando despercebidas pelos leitores, mas que se torna ainda mais grave no webjornalismo pois, muitas vezes, os erros são apenas atualizados e não são sequer citados pela página de comunicação, ferindo códigos de ética e a própria constituição federal.[4]

Notas e referências

  1. Faculdade Anhembi. «Page 1 NORMAS PARA FORMATAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS: GRADUAÇÃO, PÓS-GRADUAÇÃO, DISSERTAÇÕES E TESES» (PDF). Consultado em 13 de abril de 2010 
  2. «Como fazer Errata na ABNT - Normas ABNT». Normas ABNT. 6 de junho de 2016 
  3. www.planalto.gov.br http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2015/Lei/L13188.htm. Consultado em 11 de setembro de 2019  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  4. a b [|https://objethos.files.wordpress.com/2009/09/reflexoes-sobre-o-erro-jornalistico-em-quatro-portais.pdf= «Reflexões sobre o erro jornalístico em 4 portais noticiosos de referência»] Verifique valor |url= (ajuda) (PDF). 2015. Consultado em 11 de julho de 2019  |nome1= sem |sobrenome1= em Authors list (ajuda)
  Este artigo sobre escrita é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.