Abrir menu principal
A presidente da Associação das Mulheres Escalpeladas do Amapá, durante reunião da Comissão da Amazônia, Integração Nacional e de Desenvolvimento Regional, na Câmara dos Deputados do Brasil. foto: Antonio Cruz/Agência Brasil

Escalpelamento é o arrancamento do escalpo humano, acidental ou proposital, neste último caso como forma de tortura ou coleção de espólios de combate.

O escalpelamento é um problema muito recorrente na Região Amazônica, onde acidentes com motores de barcos que, num descuido, prendem e arrancam o couro cabeludo de mulheres que viajam nas "voadoras", como são chamados os pequenos barcos nequela região. Esse fato desperta até a atuação do poder público e de ONGs, que estão com projetos para desenvolver uma proteção barata ou gratuita para esses pequenos barcos a motor, a fim de evitar a repetição de acidentes desse tipo.

OcorrênciaEditar

O acidente ocorre quando as vítimas, ao se aproximarem do motor por acaso, tem seus cabelos repentinamente puxados pelo eixo. A forte rotação ininterrupta do motor ao enrolar os cabelos em torno do eixo, arranca inexoravelmente todo ou parte do escalpo da vítima, inclusive orelhas, sobrancelhas e por vezes uma enorme parte da pele do rosto e pescoço, levando a deformações graves e até a morte.

No dia 14 de Janeiro de 2010, o presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, sancionou a Lei 12.199/2010 que institui o dia 28 de agosto como "Dia Nacional de Combate e Prevenção ao Escalpelamento".[1]

No dia 20 de janeiro de 2011, em Belém, Pará, a primeira ONG [2] dedicado às vítimas escalpelamento está configurado. A ONG trata de assistência psicológica e ajuda as vítimas com a sua reintegração no mercado de trabalho após a cirurgia e a recuperação.

Referências

  1. «www.jusbrasil.com.br» 
  2. «ORVAM ONG dos ribeirinhos vitimas de acidente de motor». Consultado em 13 de abril de 2019. Arquivado do original em 24 de outubro de 2012 

Ligações externasEditar

  Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.