Escola de Aperfeiçoamento de Sargentos das Armas

Escola de Aperfeiçoamento de Sargentos das Armas
Estado  Rio Grande do Sul
Subordinação Diretoria de Educação Técnica Militar
Sigla EASA
Criação 1993
Sede
Endereço Avenida Benjamin Constant, 1217, centro

A Escola de Aperfeiçoamento de Sargentos das Armas (EASA) é um estabelecimento de ensino do Exército Brasileiro, com sede em Cruz Alta (RS), foi criada pela Portaria Ministerial nº 043-Reservada, de 10 de julho de 1992, com o nome de Centro de Instrução de Aperfeiçoamento de Sargentos - Sul, subordinada ao Comando Militar do Sul, nas dependências do então 17º Batalhão de Infantaria.

As atividades na EASA iniciaram-se em 1º de fevereiro de 1993. Com a Portaria Ministerial Reservada no 109, de 30 de novembro de 1993, passou a ser subordinada à Diretoria de Formação e Aperfeiçoamento e, em 1998, por meio da Portaria Ministerial no 015, recebeu o seu nome atual.

A EASA tem a missão de aperfeiçoar os sargentos do Exército Brasileiro. Para isso, ministra o Curso de Aperfeiçoamento de Sargentos (CAS) das Armas de Infantaria, Cavalaria, Artilharia e Engenharia, habilitando-os ao exercício de funções inerentes à sua graduação, especialmente no campo administrativo.

O CAS é dividido em duas etapas: a de preparo e seleção; e a de aperfeiçoamento. Na primeira, o sargento-aluno, em sua Guarnição de origem, é habilitado a participar do curso. Na segunda, as 15 primeiras semanas ainda são conduzidas a distância, e as oito últimas correspondem à fase presencial. Nesta, a escola recebe sargentos de todo o País.

Na EASA, os sargentos-alunos assistem a aulas sobre organização e emprego da respectiva Arma e, em turmas mistas, instruções de Tesouraria; Almoxarifado; Estrutura e Funcionamento do Exército Brasileiro; Comando, Chefia e Liderança; História e Redação Militar; Informática e Treinamento Físico Militar, entre outras. A EASA aperfeiçoou, até o mes de maio de 2012, 15.660 sargentos.