Abrir menu principal
Ambox question.svg
Esta página ou seção carece de contexto (desde dezembro de 2016).

Este artigo (ou seção) não possui um contexto definido, ou seja, não explica de forma clara e direta o tema que aborda. Se souber algo sobre o assunto edite a página/seção e explique de forma mais clara e objetiva o tema abordado.

Desde os gregos se estudava literatura e os aspectos inerentes a ela. Platão, na República, e especialmente Aristóteles, na Poética, dedicaram-se a tais investigações e são hoje fonte primeira da teoria da literatura. Essa, entretanto, com o nome e a função da moderna teoria literária, passaria por um longo processo de formação e, para muitos teóricos, só aparece no começo do século XX, com o neocrítica de um lado e o formalismo russo de outro.

O movimento que surgiria com o neocriticismo norte-americano e o formalismo russo é de rompimento com a noção de que a literatura só pode ser analisada sob o prisma de outra ciência. Os novos estudiosos querem uma análise imanentista da literatura, uma análise dos sons e ritmos dos versos, das estruturas narrativas da prosa, enfim, de aspectos estritamente literários.

Algumas escolas da teoria literária:

Ícone de esboço Este artigo sobre literatura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.