Esganarelo ou O Cornudo Imaginário

Esganarelo ou O Cornudo Imaginário é uma comédia em um ato e em verso de Molière, estreada no Théâtre du Petit-Bourbon, em 28 de maio de 1660, para os amigos do Monsieur, o único irmão de Luís XIV de França.

Esgaranelo
ou O Cornudo Imaginário
Sganarelle ou le Cocu imaginaire
Frontispício da edição de 1682.
Autor(es) Molière
País Flag of France.svg França
Género comédia
Páginas 30

Molière interpretou, ele mesmo, o papel de Esganarelo na estreia, e continua a representá-lo ao longo da sua vida.[1][2] O enredo trata das consequências do ciúme e de suposições precipitadas numa série de discussões absurdas e de mal entendidos envolvendo Esganarelo, a sua mulher e as jovens amantes, Célia e Lélia.

Referências

  1. Hochman, Stanley, ed. (1984). McGraw-Hill Encyclopedia of World Drama. 1 2.ª ed. [S.l.]: McGraw-Hill Inc. p. 417 
  2. Wilbur, Richard (1993). Introduction to Molière. The Imaginary Cuckold, Or, Sganarelle (em inglês). [S.l.]: Dramatists Play Service Inc. p. 4