Abrir menu principal

Alterações

8 bytes removidos, 16h00min de 18 de maio de 2008
ajustes
 
==Etimologia==
A origem do nome Hadramaute não é conhecida ao certo. Existem diversas teorias; uma delas seria de que a região teria levado o nome de um dos [[apelido]]s de [[Amar bin Qahtan]] (em [[Língua árabe|árabe]]: عامر بن قحطان), que significava "a morte chegou", do árabe ''/ḥaḍara/'' ("has come") e ''/maut/'' ("morte"), apelido que se devia ao motivo de que quando ele entrava numa batalha, muitas pessoas morriam.
 
Outra teoria relaciona o nome a [[Hazar-Mavé]], presente no [[Gênesis|Livro do Gênesis]] (10:26) e no [[I Crônicas|Livro de Crônicas]] (I, 1:20), na [[Bíblia]] (significando "corte da morte", de acordo com diversos dicionários bíblicos). Lá, Hazar-Mavé é o nome dum dos filhos de [[Joctã]], um dos filhos de [[Sem]] na tabela que indica os filhos de [[Noé]], em Gênesis 10 - representando os fundadores das nações vizinhas, como [[Sabá]], também filho de Joctã. Como a Arábia do Sul foi uma das terras natais da sub[[família linguística]] [[Línguas semíticas meridionais|semítica meridional]], uma origem [[Línguas semitas|semita]] para o nome é altamente improvável. Se o nome realmente refletiu alguma convenção bíblica ou pré-bíblica do Oriente Médio, esta possível origem teria de ser realmente antiga, anterior tanto ao islamismo quanto à civilização greco-romana.
*[http://www.multilingual-matters.net/beb/009/beb0090075.htm Empréstimos linguísticos no árabe hadramita] {{en}}
*[http://www.ucpress.edu/books/pages/10385.html As Tumbas de Tarim: Genealogia e mobilidade no oceano Índico,] de Engseng Ho. California World History series. Fotos e relatos da diáspora hadramita. {{en}}
*[http://www.brill.nl/m_catalogue_sub6_id2860.htm Comerciantes, acadêmicos e estadistas hadramitas no oceani Índico, entre os anos de 1750 e 1960]. Editado por Ulrike Freitag e William G. Clarence-Smith] {{en}}
 
[[Categoria:História do Iémen]]