Ibne Tufail: diferenças entre revisões

22 bytes adicionados ,  19 de dezembro de 2008
inserindo data em {{carece de fontes}}, a pedido em WP:CR
m (Bot: Modificando: ru:Ибн Туфайль)
(inserindo data em {{carece de fontes}}, a pedido em WP:CR)
Nasceu em [[Guadix]], [[Andaluzia]], [[Espanha]]. Pouco se sabe sobre sua juventude, mas é provável que tenha estudado em [[Sevilha]] e em [[Córdoba (Espanha)|Córdoba]], dois grandes centros de ensino, dedicando-se às ciências e as letras. Participou da vida cultural, política e religiosa na corte de [[Granada (Espanha)|Granada]], onde foi médico e, depois, secretário e [[vizir]]. Realizou muitas viagens diplomáticas. Tornou-se secretário do governador de [[Ceuta]] e [[Tânger]], [[Sid Abu Said]]. Transferiu-se, mais tarde, para Marraquexe, onde execeu o cargo de médico do sultão [[Abu Yakub Yusuf]]. Atraiu outros sábios para a corte de Marraquexe, entre eles [[Averróis]], do qual tornou-se protetor. Incentivou Averróis a escrever seus comentários sobre Aristóteles e deixou-lhe, posteriormente, as atribuições de médico da corte.
 
Foi um [[neoplatonismo|neoplatônico]].{{carece de fontes|data=Dezembro de 2008}} Dos muitos escritos deste sábio, restou somente o romance filosófico ''Hayy ibn Yaqzan'' (Vivente, filho do Vigilante), traduzido e publicado em latim por Edward Pococke em 1671, em [[Oxford]], com o título de ''Philosophus autodidacticus'' ([[O Filósofo Autodidata|O filósofo autodidata]]).
 
{{ref-section|Notas}}
106 108

edições