Diferenças entre edições de "Zona Franca de Manaus"

191 bytes adicionados ,  07h42min de 12 de abril de 2009
sem resumo de edição
'''A Zona Franca de Manaus (ZFM)''' é um modelo de desenvolvimento econômico implantado pelo governo brasileiro objetivando viabilizar uma base econômica na [[Amazônia Ocidental]], promover a melhor integração produtiva e social dessa região ao país, garantindo a soberania nacional sobre suas fronteiras. A mais bem-sucedida estratégia de desenvolvimento regional, o modelo leva à região de sua abrangência (estados da Amazônia Ocidental: [[Acre]], [[Amazonas]], [[Rondônia]] e [[Roraima]] e as cidades de [[Macapá]] e [[Santana]], no [[Amapá]]) desenvolvimento econômico aliado à proteção ambiental, proporcionando melhor qualidade de vida às suas populações.
O '''Pólo Industrial de Manaus''' é uma área criada pela SUFRAMA com o intuito de implantar um pólo fabril na cidade de [[Manaus]].
 
A (ZFM) foi criada em 1967 com o objetivo de estimular a industrialização da cidade e sua área adjacente, bem como ampliar seu mercado de trabalho. Trata-se de uma área de livre comércio, em que não são cobrados impostos de importação sobre os produtos comprados no exterior.
O Pólo abriga mais de 500 indústrias. Predominam as de produtos eletrônicos, com indústrias de alta tecnologia na área de televisão e informática. Há também o pólo de duas rodas, com empresas montadoras e seus fornecedores de peças, sendo que muitos destes estão instalados na própria cidade. Atualmente, o Pólo tem expectativa de crescimento devido ao PAC ( Plano de Aceleração do Crescimento ), anunciado no começo de 2007; nele, o governo pretende desenvolver o plano da Televisão Digital no Pólo industrial de Manaus.
 
Além de contribuir para o desenvolvimento do comércio local, a isenção alfandegária favoreceu a formação de um expressivo distrito industrial junto à capital do Amazonas. A maioria de suas indústrias, contudo, é apenas montadora de produtos obtidos com tecnologia estrangeira.
No Pólo, as indústrias recebem incentivos fiscais. <u>Para se instalarem</u>, elas não recebem incentivo algum. <u>Após instaladas</u>:
 
A (ZFM) :
*Ficam isentas de [[IPI]] - Imposto sobre Produtos Industrializados
:*Pólo Comercial,
*Ficam isentas de imposto sobre produtos importados ( No pólo, as empresas atuam como "montadoras", muitas vezes importando peças de mercado internacional)
:*Pólo Industrial,
:: Os impostos acima citados são incentivos oferecidos pelo Governo Federal.
:*Pólo Agropecuário.
 
O primeiro teve maior ascensão até o final da década de 80, quando o [[Brasil]] adotava o regime de economia fechada. O industrial é considerado a base de sustentação da ZFM. O [[Pólo Industrial de Manaus]] possui mais de 500 indústrias de alta tecnologia gerando mais de meio milhão de empregos, diretos e indiretos. O Pólo Agropecuário abriga projetos voltados à atividades de produção agroindústria, piscicultura, turismo, beneficiamento de madeira, entre outras.
*Recebem desconto parcial no [[ICMS]] - Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços - que varia de 55 a 98%, dependendo do produto.
:: Tal desconto é ofertado pelo Governo do Estado do Amazonas
 
A Zona Franca de Manaus é voltada para o mercado interno. Há, sim, exportações mas em volume mais reduzido. É um pólo para indústrias produzirem bens de consumo que supram as necessidades do Brasil.
 
Zona Franca é área delimitada no interior de um país e beneficiada com incentivos fiscais e tarifas alfandegárias reduzidas ou ausentes.Seu objetivo é estimular o comércio e, às vezes, acelerar o desenvolvimento industrial de uma região [...] A Zona Franca de Manaus, criada em 1967 e fiscalizada pela Suframa, atraiu para aquela área amazônica muitas indústrias, sobretudo do ramo eletrônico avançado, que se beneficiam das facilidades de importação de peças e componentes de aparelhos eletroeletrônicos.
==Importância==
 
{{esboço-economia}}
A ZFM tem grande importância ambiental, uma vez que gera emprego para a população da região, diminuindo a degradação da [[Floresta Amazônica]].
 
Na década de 60, o governo nacional decidiu implantar uma Zona Franca na região Norte do [[Brasil]], até então um vazio demográfico, de modo a integrá-la ao restante do país.
 
==Dados 2007==
 
Em 2007 a ZFM:
 
*'''Importou''' US$ 3,5 bi
*Comprou <u>no mercado interno</u>: US$ 3 bi
*'''<u>Vendeu</u>''': US$ 24,5 bi
:: Desse valor, apenas US$ 1,6 bi foram para as exportações, majoritariamente [[América Latina]] e [[UE]].
 
{{semiw}}
 
{{DEFAULTSORT:Polo Industrial de Manaus}}
[[Categoria:Economia do Amazonas]]
{{seminterwiki}}
16 241

edições