Diferenças entre edições de "Leucocitose"

971 bytes adicionados ,  12h51min de 10 de julho de 2009
sem resumo de edição
Causada, na maioria das vezes, por início de combates a infecções ou por descontrole em divisões celulares.
 
Ocorre em muitas circunstâncias diferentes e constitui um valioso meio de diagnóstico de certas doenças. Contudo, também pode ser o resultado de uma reacção normal em certas condições, como a gravidez, a menstruação e o exercício muscular. À parte esses casos, a leucocitose é geralmente devida à existência de um processo inflamatório. Assim, no decurso de muitas doenças infecciosas agudas, como, por exemplo, a pneumonia, o número destes glóbulos brancos está muito aumentado.
 
==Leucocitose x Leucemia==
É comum que muitas pessoas façam esta associação assim que recebem um resultado positivo de leucocitose. Porém, ter leucocitose não significa estar com [[leucemia]]. Qualquer [[infecção]] pode fazer o corpo responder com uma produção explosiva de leucócitos. A Leucemia pode ser descartada após um simples [[Hemograma]]. O problema maior está no fato de que estes leucócitos circulam pelos vasos sanguíneos disputando espaço com todas as outras substâncias que já circulam por lá. E isto deve ser tratado com urgência pois há o risco de rompimento destes vasos. Neste caso, geralmente o paciente é tratado com [[antibióticos]] aplicados diretamente na corrente sanguínea. Estes antibióticos reagem contra todas as [[bactérias]] organismo, inclusive as da flora intestinal que ajudam na transformação dos alimentos em fezes. Ao eliminar-se a infecção, é natural que a população de leucócitos baixe novamente.
 
{{esboço-medicina}}
Utilizador anónimo