Gazeta Mercantil: diferenças entre revisões

1 416 bytes removidos ,  21h57min de 1 de agosto de 2009
vda de http://clippingmp.planejamento.gov.br/cadastros/noticias/2009/6/2/divida-da-gazeta-mercantil-pode-superar-r-1-bi/?searchterm=gazeta
(vda de http://clippingmp.planejamento.gov.br/cadastros/noticias/2009/6/2/divida-da-gazeta-mercantil-pode-superar-r-1-bi/?searchterm=gazeta)
 
Tiragem de 70 mil exemplares de acordo com levantamento do IVC de julho/2007
 
Luiz Fernando Levy, herdeiro do jornal Gazeta Mercantil, que circulou pela última vez no dia 29 de maio de 2009 após quase 90 anos de existência, disse que o jornal vai voltar. Ele não sabe como, nem de quem seriam os recursos, mas garante que está em negociações. Levy disse que vai processar o dono da CBM , o empresário Nelson Tanure, do Grupo Docas Investimentos. "Não tenho nada a ver com o que está acontecendo. O problema é dele. Ele me deve e não me pagou. Eu não tenho pressa em receber e vou entrar na Justiça com processo de perdas e danos."
 
Desde a última sexta-feira, alegando inviabilidade econômica para tocar o jornal em virtude de pagamentos de dívidas - sendo a parte mais conhecida o passivo trabalhista de cerca de R$ 200 milhões -, a CBM rescindiu o contrato de arrendamento da marca Gazeta Mercantil, celebrado em 2003. Em comunicado, Levy lamentou o encerramento das negociações e diz que Tanure estaria "apavorado" com a possibilidade de os débitos fiscais, estimados em mais de R$ 800 milhões, virem a ser cobrados de suas empresas, como já acontece com o passivo trabalhista.
 
O diretor jurídico da CBM, Djair Rosa, reconheceu que há risco de a Justiça Federal adotar o mesmo princípio de sucessão das dívidas, a pedido da Receita Federal. Ele calcula que o montante total possa ultrapassar R$ 1 bilhão. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.
 
=={{Ligações externas}}==
370

edições