Diferenças entre edições de "Rhyzopoda"

2 058 bytes adicionados ,  17h05min de 13 de agosto de 2009
sem resumo de edição
Ordem 3. '''Gromiina'' possuem prolongamentos protoplasmáticos que vão se afinando em ramificações, a carapaça possui uma abertura bem evidente, a Euglypha possui carapaça com espinhos e escamas silicosas.
 
Ordem 4. '''Foraminífera''' Testa com carapaça de calcário quitinoso com um ou mais furos de onde saem prolongamentos protoplasmáticos pegajosos, muito finos e longos.
Ordem 4. '''Foraminífera''' (esta página está em revisão) continua...
 
*Reprodução:
**Reprodução assexual por divisão múltipla, o micro-organismo apenas se divide em outros e;
**Reprodução sexual havendo troca de material genético entre um micro-organismo e outro.
 
*Habitat:
**Marinhos na maioria, alguns dulcícolas.
**Habitantes do [[bentos]] mas existem alguns pelágicos também.
 
*São 18.000 espécies viventes e também alguns fósseis do Cambriano ao Recente, exemplos:
**''Elphidium'', ''Globigerina'', pelágica, suas carapaças em vasas de globigerina cobrem 1/3 do fundo dos [[Talassologia|oceanos]] entre 2.500 metros a 4.500 metros de profundidade;
**''Allogromia'' sem carapaça, aparece em [[Limnologia|água doce]];
**''Camerina'' e ''Nummulites estão extintos, viveram no início do [[Paleontologia]]Terciário, seus fósseis aparecem em rochas na Europa.
 
Ordem 5. '''Mycetozoa''' [[protozoário]]s com aspecto de protoplasma multinucleado, o citoplasma se movimenta em correnteza dentro deles, geralmente se alimentam de matéria orgânica em decomposição, folhas, madeiras podres em meio ao húmus mas ás vezes se alimentam de fungos vivos e assim causando doenças nos fungos.
 
Ordem 6. '''Labyrinthulina''' [[protozoário]]s com o corpo fusiforme que se alimentam de plantas marinhas, possuem pseudópodos distintos rastejam como lesmas, deixando um rastro viscoso de muco por onde passam. Principal representante dessa ordem é a ''Labyrinthula''.
 
'''Subclasse 2. Piroplasmea
Ordem 1. '''Piroplasmida''' [[protozoário]] sem flagelos nem céilos, se locomovem por rastejamento e flexões do corpo, podem ser parasitas patogênicos, parasitam os glóbulos vermelhos do gado e é transmitido através das picadas de carrapatos '''Boophilus annlatus''' a espécie '''Babesia bigemina''' na América causa a febre texana do gado e, na África a espécie '''Theileria parva''' causa no gado a febre da Costa Leste.
 
'''Subclasse 3. Actinopoda
 
 
 
 
(Esta página se encontra em edição)
 
 
 
 
 
597

edições