Rio Negro (Amazonas): diferenças entre revisões

75 bytes adicionados ,  17h29min de 13 de outubro de 2009
sem resumo de edição
O rio Negro é navegavél por 720 [[quilômetro|km]] acima de sua foz e pode chegar a ter um mínimo de 1 [[metro|m]] de água em tempo de seca, mas há muitos bancos de areia e outras dificuldades menores. Na estação das chuvas, transborda, inundando as regiões ribeirinhas em distâncias que vão de 32 km até 640 km.
 
Todo ano, com o degelo nos Andes, e a estação das chuvas na região Amazônica, o nível do rio sobe vários metros, alcançando sua máxima entre os meses de Junho e Julho. O pico coincide com o "verão amazônico", e portanto, o nível do rio começa a baixar até meados de dezembronovembro, quando novamente inicia o ciclo da cheia. Em Manaus, a máxima do Rio Negro vem sendo registrado a mais de cem anos, e há um quadro no Porto de Manaus com todos os registros históricos, inclusive o da maior cheia de todos os tempos ocorrido em 01 Julho de 2009, alcançando a cota máxima de 29,77 [[metro|m]] acima do nível do mar. Todos os rios da Bacia Amazônica sofrem o mesmo fenômeno de subidas e baixas em seus níveis, comandados pelos dois maiores rios: Rio Negro e Rio Solimões (que ao se encontrarem abaixo da cidade de Manaus, formam o Rio Amazonas).
 
Rio Negro em 23 de novembro de 2003.
9

edições