Diferenças entre edições de "Análise de sensibilidade"

6 bytes adicionados ,  15h17min de 19 de outubro de 2009
sem resumo de edição
A '''análise de sensibilidade''' procura determinar o efeito de uma [[variação]] de um determinado [[item]] no seu valor total. Pode ser um [[instrumento]] útil em diferentes [[área]]s para determinar a importância de uma variável sobre o resultado final de outra.
 
<references/>A '''análise de sensibilidade''' é um método de decisão utilizado num contexto de incerteza. A avaliação da sensibilidade faz-se através de simulações possíveis para diferentes variáveis do projecto que constituem maior incerteza no futuro, em regra, varia-se o preço e/ou quantidade das vendas, alguns custos e as condições de financiamento do projecto, determinando-se o impacto de tais alterações na rentabilidade do projecto. As variáveis são consideradas isoladamente, quando alteradas implicam consequentemente a alteração do VLA e a TIR do projecto, sendo possível medir a sensibilidade do VAL/TIR relativamente às variações. Consegue-se medir a implicação da variação da variável na variação do VAL (Exemplo: A variação das condições de financiamento em 3% leva a uma variação no VAL em 5%). Pemite detectar relativamente ao VAL, quais as variáveis sensíveis e o grau de sensibilidade; é possível estimar o intervalo do VAL e identificar as variáveis que mais influenciam o VAL.
A análise de sensibilidade identifica as variáveis que determinam o sucesso do projecto, mas não mede o risco associado a essas variáveis, por essa razão após a análise de sensibilidade deve-se efectuar uma análise do risco.[1]
 
29

edições