Diferenças entre edições de "Teatro Sá da Bandeira"

15 bytes adicionados ,  06h42min de 24 de janeiro de 2010
m
Em 1867 foi demolido para se fazer outro de pedra e cal, por sua vez substituído, dez anos depois, pelo edifício que chegou até aos nossos dias. Até à abertura da rua [[Sá da Bandeira]], em finais da década 1870, quando foi construída a sua fachada para aquela rua, o teatro tinha acesso apenas pela então rua de Santo António, por umas escadas que ainda existem. Por essa altura passou a chamar-se Teatro-Circo do Príncipe Real.
 
Foi, se não se considerar o [[Teatro Nacional São João|Teatro São João]], considerado o melhor teatro da cidade do Porto. Ali apresentou-se em Novembro de 1895, [[Sarah Bernhardt]], com várias peças entre as quais "[[A Dama das Camélias]]" e "[[Fedora (peça)|Fedora]]"; foi ali a primeira apresentação, no Porto, do Animatógrafo («do electricista Sr. Rousby» em 17 Julho de 1896) e também ali, a 12 de Novembro de 1896, que [[Aurélio da Paz dos Reis]] apresentou os primeiros filmes realizados por um português.
 
Em Outubro de 1910 (uma semana depois da implantação da República) troca o nome de Teatro do Príncipe Real pelo de Teatro Sá da Bandeira.