Catorze santos auxiliares: diferenças entre revisões

52 bytes adicionados ,  08h36min de 15 de novembro de 2010
m
sem resumo de edição
m
|autor_passagem=
}}
Os '''Catorzecatorze Santossantos Auxiliadoresauxiliares''' são [[Veneração|venerados]] pela [[Igreja Católica]] como intercessores eficazes contra as mais diversas doenças. O culto a eles surgiu no [[século XIV]], na região da [[Renânia]], provavelmente como consequência da [[peste negra]] que assolava a [[Europa]] no supracitado período.
 
== Histórico de Veneração ==
 
A devoção aos Catorzesantos Santos Auxiliadoresauxiliares teve início na Renânia, agora parte da [[Alemanha]], na época da peste negra.
 
Encontramos,Entre emo meiogrupo ao grupo,encontram-se três virgens mártires: Santa Margarida de Antioquia, [[Bárbara (santa)|Santa Bárbara]] e [[Santa Catarina de Alexandria]], conhecidas também como ''Santas de Casa''.
 
Como os outros santos começaram a ser invocados juntos dessas três virgens mártires, eles passaram a ser representados juntos em trabalhos artísticos. A veneração popular teve início nos [[mosteiros]] que traziam dentro de si as [[relíquias]] dos ditos santos. Todos os catorze, com exceção de Santo Egídio, foram [[martírio|martirizados]].
Como o culto aos Catorze Santos Auxiliadores mostrou-se forte no [[século XVI]], o [[Papa Nicolau V]] estendeu indulgência àqueles que mantivessem devoção pelos santos do grupo, o que não foi longamente aplicado, tendo caído em desuso.
 
Embora tenham festas em dias separados, os catorze são comemorados no dia 08[[8 de agosto]], embora essa data nunca tenha tomado parte do ''Calendário Geral Romano'' para veneração universal. Quando esse calendário foi revisadorevisto em 1969, com a criação do ''Calendário Católico Romano de Santos'', as celebrações individuais de Santa Bárbara, Santa Catarina de Alexandria, [[São Cristóvão]] e Santa Margarida de Antioquia foram abandonadas, embora em 2004 o [[Papa João Paulo II]] tenha restituído para 25 de novembro um memorial opcional a Santa Catarina de Alexandria, cuja voz foi ouvida por [[Joana d'Arc|Santa Joana d’Arc]]. A celebração individual de todos os catorze foi incluída no ''Calendário Geral Romano de 1954'', o ''Calendário Geral Romano do Papa Pio XII'' e o ''Calendário Geral Romano de 1962''.
 
Comparado ao culto dos catorze santos auxiliadores foi o dos ''Quatro Santos Marechais'', que também foram venerados na Renânia como os ''Marechais de Deus''. Os quatro santos marechais eram [[São Quirino de Neuss|São Quirino]], [[Santo Antão]], [[Papa Cornélio]] e Santo Humberto.
== Patronato ==
 
*'''[[Santo Acácio]], 088 de maio'''
Contra as dores e demais males de cabeça.
 
*'''[[Bárbara de Nicomédia|Santa Bárbara]], 044 de dezembro'''
Contra febre, morte súbita ou decorrente de tempestade.
 
*'''[[São Brás]], 033 de fevereiro'''
Contra doenças da garganta e protetor dos animais domésticos.
 
Contra a peste bubônica e perigos durante a viagem.
 
*'''[[São Ciríaco]], 088 de agosto'''
Contra a tentação no leito de morte.
 
*'''[[São Denis]], 099 de outubro'''
Contra as dores e demais males de cabeça
 
*'''[[Erasmo de Formia|Santo Erasmo]], 022 de junho'''
Contra as enfermidades do ventre, dos intestinos e as dores de parto.
 
Pela saúde dos animais domésticos.
 
*'''[[Santo Egídio]], 011 de setembro'''
Contra a praga, por uma boa confissão, e pelos inválidos, mendigos e ferreiros.
 
*'''[[Margarida de Antioquia|Santa Margarida de Antioquia]], 20 de julho'''
Contra os ataques diabólicos e por um bom parto.
 
*'''[[São Pantaleão]], 27 de julho'''
Contra o [[câncer]] (cancro) e a [[tuberculose]], e pelos médicos.
 
*'''São Vito, 15 de junho'''
Contra epilepsia, morte decorrente de tempestade, e pela proteção dos animais domésticos.
 
Em alguns momentos a invocação de um dos santos acima é substituída pela de Santo Antão, [[São Leonardo de Noblac]], [[São Nicolau]], [[São Sebastião]], Santo Osvaldo, [[Papa SixtoSisto II]], [[Santa Apolônia]], [[Santa Doroteia]], [[São Wolfgang]] ou [[São Roque]]. Na [[França]] a [[Virgem Maria]] é adicionada ao rol dos Catorzecatorze Santossantos Auxiliadoresauxiliares.
 
== A Basílica em Vierzehnheiligen ==
[[Ficheiro:Vierzehnheiligen I.JPG|thumb|left|[[Basílica de Vierzehnheiligen]], o maior templo do mundo em honra aos Catorze Santos Auxiliadores]]
 
Os Catorzecatorze Santossantos Auxiliadoresauxiliares são honrados na [[Baviera]] com o título de ''vierzehn Heiligen'' (''catorze santos'', em alemão) e a Basílica de Vierzehnheiligen é dedicada a esses Santos Auxiliadores. A igreja construída em estilo barroco foi erguida entre 1743 e 1772.
 
A devoção a esses santos começou na região em 24 de setembro de 1445, quando Hermann Leicht, um jovem que pastoreava as ovelhas de um mosteiro [[Ordem dos Frades Menores|franciscano]], viu uma criança chorando num campo próximo a um mosteiro da [[Ordem de Cister]] em Langheim. Quando ele se agachou para tomar nos braços a criança que chorava, ela desapareceu subitamente. Algum tempo depois, a mesma criança apareceu no mesmo lugar. Dessa vez, duas velas queimavam próximas a ele. Em junho de 1446, Leicht viu a criança pela terceira vez. Dessa vez, a criança trazia junto de si uma rosa vermelha num cesto e estava acompanhada de outras treze crianças. A criança disse: “Nós somos os catorze auxiliadores e desejamos que construa uma capela aqui, onde possamos descansar. Se você for nosso servo, nós o seremos de você!” Um curto espaço de tempo depois, Leicht viu novamente duas velas descendendo queimando sobre o lugar. É alegado que, a partir de então, curas milagrosas começaram a ser manifestadas e atribuídas aos catorze santos.
 
Os irmãos da [[Ordem de Cister]], a quem pertenciam as terras, logo construíram uma capela que começou a receber [[peregrinação|peregrinos]] imediatamente. Um altar foi consagrado por volta de 1448.
 
PeregrinosMuitos peregrinos continuam a visitar a agora basílica ainda hoje, em grande fluxo principalmente entre os meses de maio e outubro.
 
{{Catorze santos auxiliares}}
 
[[Categoria:Santos]]
[[Categoria:Primeiros cristãos mártires]]
38 326

edições