Diferenças entre edições de "Lynn Margulis"

27 bytes adicionados ,  16h20min de 24 de novembro de 2011
15? 5?
(15? 5?)
{{morte recente}}
[[Ficheiro:Lynn Margulis.jpg|thumb|Lynn Margulis.]]
'''Lynn Margulis''' ([[Chicago]], [[5 de março]] de [[1938]] - [[Massachusetts]], [[22 de novembro]] de [[2011]]<ref>[http://www.elmundo.es/elmundo/2011/11/23/ciencia/1322049824.html Muere Lynn Margulis, defensora del papel de las bacterias en la evolución de la vida] El Mundo, 23 de Novembro de 2011. Página acedida em 23 de Novembro de 2011.</ref>) foi uma [[biologia|bióloga]] e professora na [[Universidade de Massachusetts]]. Seu trabalho científico mais importante foi a [[teoria da endossimbiose]], segundo a qual a [[mitocôndria]] teria surgido por [[endossimbiose]]: a mitocôndria seria um [[organismo]] separado que teria entrado em [[simbiose]] com [[célula eucariótica|células eucarióticas]].
Foi casada com [[Carl Sagan]] e com ele teve seu filho Dorion Sagan, [[jornalista]] e escritor especializado em [[divulgação científica]].
 
 
==Vida pessoal==
Nasceu em [[Chicago]] a 155 de Março de 1938, filha de Morris e Leone Alexander.
Foi aceite na [[Universidade de Chicago]] com 15 anos. Aí conheceu Carl Sagan, então doutorando em física. Casaram quando Lynn tinha 19 anos. Recebe o [[bacharelato]] em ''Liberal Arts''.<ref>Gale Encyclopedia of Biography. 2006 by The Gale Group, Inc.</ref>
Do casamento com [[Carl Sagan]] teve dois filhos, [[Dorion Sagan]] (com quem co-escreveu vários livros) e Jeremy Sagan. Do segundo casamento com o cristalógrafo [[Thomas N. Margulis]] teve dois filhos, Zachary Margulis-Ohnunma e Jennifer Margulis di Properzio.
1 237

edições