Diferenças entre edições de "Nunc dimittis"

255 bytes adicionados ,  20h06min de 29 de dezembro de 2013
sem resumo de edição
m (Bot: A migrar 22 interwikis, agora providenciados por Wikidata em d:Q725548)
 
De acordo como [[Evangelho de Lucas]] ({{citar bíblia|livro = Lucas| capítulo = 2| verso = 29| verso_final = 32}}), [[Simeão, o Justo|Simeão]] era um homem justo e havia recebido a promessa do [[Espírito Santo]] de que não morreria até ver o [[Messias|Salvador]]. Tendo os [[Sagrada Família de Jesus de Nazaré|pais de Jesus]] trazido o menino ao [[Templo de Jerusalém]] para cumprir o preceito da [[lei judaica]] referente a [[Pidyon HaBen|consagração do primogênito]] (algo em torno de 40 dias após o nascimento, que não se confunde com a [[Brit Milá|cerimônia de circuncisão]]). Simeão estava lá e tomou Jesus em seus braços recitando o cântico que até hoje é usado pela Igreja na celebração das [[Completas]].
 
Em seguida, ele revela:
{{citação2|{{citar bíblia|Lucas|2|34|35|citação = Simeão abençoou-os e disse a Maria, a mãe: 'Eis que este menino foi colocado para a queda e para o soerguimento de muitos em Israel, e como um sinal de contradição'.}}}}
 
== Versões ==
198 339

edições