Abrir menu principal

Alterações

113 bytes removidos ,  18h23min de 13 de fevereiro de 2014
 
== Origens da Revolução Sandinista ==
 
{{má tradução}}
Definir precisamente o período em que se deu a Revolução Sandinista é complicado, pois não houve, por exemplo, uma declaração formal de guerra que definisse o seu início. Quanto ao seu final, podem ser consideradas várias datas, como o dia em que o ''antigo regime'' foi expulso ou o dia em que cessaram as hostilidades (o que poderia ser posterior à queda do antigo regime, no caso de haver uma contra-revolução), ou mesmo uma data posterior, que incluiria o período de reconstrução eestabelecimento do novo regime, depois de tomar o poder. Uma definição bastante ampla do período da revolução nicaraguense incluiria desde a fundação formal da FSLN, em 1961, até a vitória eleitoral de 1990 da opositora [[Violeta Chamorro]] e da ''[[Unión Nacional Opositora| União Nacional Opositora]]'', que marca o final de primeiro período dos revolucionários no poder. <!-- O governo de Chamorro tomou posse em 25 de abril de 1990. -->
 
Uma definição mais restrita seria a de que seu início remonta à década de 1970, quando a resistência armada ao regime político de Somoza propriamente começa, culminando com a derrubada da [[Anastasio Somoza Debayle]], em [[19 de julho]] de [[1979]]. Tal definição pode ser criticada porque isola a Revolução na Nicarágua do seu contexto - a [[Guerra Fria]] e o ciclo de lutas revolucionárias que se processam em toda a [[América Latina]].
 
A cronologia social da Revolução foi influenciadoinfluenciada por umavários vasta gama deoutros acontecimentos históricos, onde se destacam três grandes eventos:
 
# OA anteriorrebelião liderada pelo guerrilheiro nicaraguense [[Augusto César Sandino]] que estava, inicialmente, e ao mesmo tempo com apenas 29 homens, contra a ocupação deda Nicarágua por [[fuzileiro naval|fuzileiros navais]] na Nicarágua, em 1926,. desenvolvendoIniciada umacom rebeliãoapenas armada29 para combater os Estados Unidoshomens, queo maismovimento tardeampliou-se levouaté o assassinato de Sandino, em 1934 pelas mãos de [[Anastasio Somoza García]], na sequência da traição por este último. EstaA figura épica de Sandino mostroutransformou-se ser crítica eem um elementoícone emblemático,e tambémestá profundamentepresente icônica, àsnas raízes e ao nascimento daa Revolução Sandinista.
# A [[Revolução Cubana]], que provocouinspirou amplosvários movimentos revolucionários da [[esquerda política|esquerda]] em todadiferentes países da [[América Latina]], eresultando, mostrouem umamuitos causacasos, plausívelno e possíveltriunfo de confronto político importante para um continente que em breve seria ocupado por regimes políticosditatoriais de [[extrema-Direita política|direita]] .
# A [[Reunificação Alemã|Queda]], doem [[3 de outubro]] de [[1990]], pouco depois da [[Queda do Muro de Berlim|Muro de Berlim]], noem [[9 de novembro]] de [[1989]], marca o final da [[Guerra Fria]], que viu, emcom todo o mundo, o fim da polarização do mundo entre os blocos [[capitalista]] (lideradopaíses membros da [[OTAN]], liderada pelo Estados Unidos) e bloco [[socialista]] (lideradopaíses pelamembros URSS).do Isto[[Pacto tambémde seVarsóvia]], seguiusob aoa fimégide da RevoluçãoURSS). Sandinista,Também marcadaem pela1990 a derrota eleitoral dade FSLN[[Daniel em 1990. Isto terminou o processoOrtega]], da RevoluçãoFSLN, compara quase[[Violeta todasChamorro]], asda principais[[Unión conquistasNacional sociaisOpositora]] revertidas(formada compor osuma governosampla liberaiscoalizão que sede seguirampartidos, emboramajoritariamente deixandode uma[[centro impressãopolítico|centro]]), pesadamarca parao afim sociedadeda nicaragüenseRevolução Sandinista. A partir daquidaí, aquase FSLN,todas aas organizaçãoprincipais conquistas sociais foram revertidas pelos governos [[liberais]] que orquestrouse aseguiram. Revolução,A FSLN evoluiu para um partido de esquerda que venceuvenceria as eleições gerais da Nicarágua de 2006.
 
== Processo revolucionário ==