Diferenças entre edições de "Anticonsumismo"

1 057 bytes adicionados ,  14h57min de 3 de março de 2014
m
Foram revertidas as edições de 189.70.178.191 para a última revisão de Marcoapc, de 07h19min de 26 de fevereiro de 2014 (UTC)
Etiquetas: Editor Visual Remoção considerável de conteúdo
m (Foram revertidas as edições de 189.70.178.191 para a última revisão de Marcoapc, de 07h19min de 26 de fevereiro de 2014 (UTC))
{{Multitag|sfontes|parcial|data=abril de 2011}}
[[Imagem:Anticonsumismo.JPG|thumb|250px|[[Estêncil]] anticonsumista]]
nesta pagina diz que não é pra vc gasta seu money kkkks
'''Anticonsumismo''' - é uma [[crítica]] ao [[consumismo]] industrial, onde o [[indivíduo]] é conduzido a achar que é preciso consumir cada vez mais sem se questionar pra que, ou dos efeitos de tal prática. Em uma [[sociedade]] consumista, e o individuo é condicionado a se encontrar nas coisas.
 
O consumismo é fruto de um sistema industrial, e esse sistema não olha de forma ampla os motivos de sua [[produção]], de olho apenas no [[lucro]], não importando com o desequilibrío ecológico, [[Desigualdade social|diferenças sociais]] a degradação cultural e intelectual. A [[mídia]] tem um papel fundamental nesse caso, ela é a anunciadora. Ao contrário do que muitos acham, ela não é neutra, as emissoras de [[TV]]s, [[rádio]]s e as grandes cidades onde se produz [[filme]]s como [[Hollywood]], tem patrões, e seguem suas ordens, influênciando todo o tempo, e em todos os lugares o [[consumo]]. Pode-se chamar tudo isso de [[alienação]] de consumo. E entendendo essa alienação de consumo, achamos o conjuntor do pensar industrial com o pensar social, que resulta nas práticas e culturais de nossa sociedade.
O
 
== LigaçoesLigações externas ==
T
 
Á
 
R
 
I
 
O
 
!
 
!
[[Imagem:Anticonsumismo.JPG|thumb|250px|[[Estêncil]] anticonsumista]]
== Ligaçoes externas ==
* {{Link|es|2=http://www.sindinero.org/ |3=Sin Dinero |4=- acessado em 28/07/2011.}}
* {{Link||2=http://www.consumehastamorir.org/ |3=Consume Hasta Morir |4=- acessado em 28/07/2011. {{es}}}}
48 280

edições