Diferenças entre edições de "Chora Menino"

Sem alteração do tamanho ,  23h22min de 26 de junho de 2014
m
general cleanup utilizando AWB
m (Foram revertidas as edições de 200.207.146.127 para a última revisão de 201.87.71.24, de 20h49min de 29 de julho de 2012 (UTC))
m (general cleanup utilizando AWB)
 
== História ==
O pequeno [[bairro]] do Chora Menino nasceu em torno do [[Cemitério de Santana]] ou [[Imirim]] como também era chamado, que fora inaugurado em [[1897]]. As terras até então se denominavam Capão das Cobras. Nos primeiros anos eram apenas algumas casas longe do centro de [[Santana (bairro de São Paulo)|Santana]] e pequenas chácaras lusas que vendiam verduras e flores ao Mercado Central. Em homenagem a esses portugueses há uma rua chamada Nova dos Portugueses.<ref name="ReferenceA"/>. A partir de 1920 um grande numero de imigrantes armênios se instalaram ao redor do cemitério, nas ruas: Av. Imirim, Rua Ararima, Rua Estevão Helwadjian (antiga Rua dos Luzitanos), Rua Nova dos Portugueses, Rua Clara Camarão, Rua Ana Lins, Rua Benta Pereira, Rua Alfredo Pujol, Rua Pratânia, Rua Abreu Sampaio. Instalou-se também o Externato José Bonifácio (que ensinava a língua, a historia e a cultura da ARMÊNIA). Também instalou-se a Igreja Evangélica dos Irmãos Armênios.
 
=== Principais vias que passam pelo bairro ===
* {{Referência a livro|Autor= Ponciano, Levino|Título= Bairros paulistnaos de A a Z|Subtítulo= | Edição=| Local de publicação = São Paulo| Editora= SENAC | Ano=2001 |Páginas=107-108 |Volumes= |Volume= | ID=ISBN 8573592230}}
</div>
{{ref-sectionreferências|col=2}}
}
</div>
83 263

edições