Diferenças entre edições de "Analytic Hierarchy Process"

14 bytes adicionados ,  17h56min de 31 de julho de 2014
O '''''Analytic Hierarchy Process'' (AHP)''' é um método para auxiliar as pessoas na [[Tomada de decisão|tomada de decisões]] complexas. Mais do que determinar qual a decisão correta, o AHP ajuda as pessoas a escolher e a justificar a sua escolha. Baseado em [[matemática]] e [[psicologia]], ele foi desenvolvido na década de 1970 pelo Prof. [[Thomas Saaty]] <ref name='Saaty, 1980'>{{Referência a livro|autor=SAATY, T. L|título=The Analytic Hierarchy Process|local=N. York, USA|editora=McGraw-Hill|ano=1980}}</ref><ref name='Saaty, 2005'>{{Referência a livro|autor=SAATY, T. L|título=Theory and applications of the Analytic Network Process|subtítulo=Decision making with benefits, opportunities, costs, and risks|local=Pittsburgh, USA|editora=RWS|ano=2005}}</ref>, então, na Escola Wharton da [[Universidade da Pensilvânia]].
 
Tem sido extensivamente estudado e refinado desde então. O AHP fornece um procedimento compreensivoabrangente e racional para estruturar um problema, para representar e quantificar seus elementos, para relacionar estes elementos com as metas globais e para avaliar soluções alternativas. É utilizado pelo mundo todo em uma ampla variedade de situações de decisões, em campos como [[governo]], [[negócio]]s, [[indústria]], [[saúde]] e [[educação]].
 
Os usuários do AHP, primeiramente, devem decompor seu problema de decisão em uma [[hierarquia]] de subproblemas mais facilmente compreendidos, sendo que cada qual pode ser analisado independentemente. Os elementos da hierarquia podem relacionar-se com qualquer aspecto do problema de decisão – tangível ou intangível, ser medidos com precisão ou estimado grosseiramente, ser de boa ou de pobre compreensão – ou seja, qualquer coisa que se aplique à decisão.
 
Uma vez que a hierarquia é construída, os responsáveis pelas decisões avaliam sistematicamente seus vários elementos, comparando-os um ao outro, em pares. Ao fazer as comparações, eles podem usar dados concretos sobre os elementos, ou podem usar seus julgamentos sobre o significado relativo ou a importância dos elementos. Esta é a essência do AHP: os julgamentos humanos, e não apenas as informações numéricas, podem ser usados na tomada de decisão. O AHP converte os julgamentos em valores numéricos que podem ser processados e comparados sobre toda a extensão do problema. Um ''peso numérico'', ou ''prioridade'', é derivado para cada elemento da hierarquia, permitindo que elementos distintos e frequentemente incomensuráveis sejam comparados entre si de maneira racional e consistente. Esta potencialidade distingue o AHP de outros métodos de tomada de decisão.
 
Na etapa final, as prioridades numéricas são derivadas para cada uma das alternativas da decisão. Desde que estes números representam a habilidade relativa das alternativas de conseguir o objetivo da decisão, permitem uma consideração direta dos vários cursos de ação. Diversas empresas fornecem software para auxiliar a aplicação do AHP.
O uso do AHP como método de tomada de decisão traz vantagens singulares quando elementos importantes da decisão são difíceis de quantificar ou comparar, ou quando a comunicação entre os elementos é impedida por especialidades, terminologias e perspectivas diferentes.
 
A aplicação do AHP envolve a síntese matemática de vários julgamentos sobre o problema de decisão. É comum ter de se realizar dezenas e até centenas de julgamentos. Embora a matemática possa ser feita à mão ou com uma calculadora, é mais comum o uso de um dos vários modelos de ''[[software]]'' disponíveis para a entrada de dados e síntese dos resultados. Os modelos mais simples são asexecutados com [[Planilha eletrônica|planilhas eletrônicas]]. Há também modelos mais complexos, acadêmicos ou comerciais, que podem incluir aparelhos especiais para a aquisição dos julgamentos em reuniões.
 
== Passos do AHP ==
# Os responsáveis pela decisão indicam a significância relativa entre os atributos. Por exemplo, se as alternativas são imóveis, os investidores podem preferir a localização sobre o preço e o preço sobre as condições de pagamento.
# Similarmente, para cada atributo, e para cada par de alternativas os responsáveis pela decisão especificam suas preferências (por exemplo, se a localização da alternativa A é melhor do que a da B).
# As comparações entre os atributos e as alternativas são registradas em matrizes na forma de frações entre 1/9 e 9. Cada matriz é avaliada pelo seu [[Valor próprio|autovalor]] para verificar a coerência dos julgamentos. Este procedimento gera uma "razão de coerência" que será igual a 1 se todos os julgamentos forem coerentes entre si. Se um tomador de decisão disser que prefere X àa Y, Y àa Z, mas ele prefere Z àa X, então a razão de coerência será maior do que 1,2 e os julgamentos deverão ser revistos. Este passo é uma das principais causas para que muitos usuários do AHP acreditarem que se trata de um método com bom embasamento teórico.
# Calculam-se valores globais de preferência para cada alternativa.
 
Utilizador anónimo