Abrir menu principal

Alterações

154 bytes adicionados, 16h19min de 7 de setembro de 2014
Definindo um sistema de regras, instituições e procedimentos para regular a política econômica internacional, os planificadores de Bretton Woods estabeleceram o [[Banco Mundial|Banco Internacional para a Reconstrução e Desenvolvimento]] (''International Bank for Reconstruction and Development'', ou [[BIRD]]) (mais tarde dividido entre o [[Banco Mundial]] e o "Banco para investimentos internacionais") e o [[Fundo Monetário Internacional]] ([[FMI]]). Essas organizações tornaram-se operacionais em [[1946]], depois que um número suficiente de países ratificou o acordo.
 
As principais disposições do sistema Bretton Woods foram, primeiramente, a obrigação de cada país adotar uma [[política monetária]] que mantivesse a [[taxa de câmbio]] de suas [[moeda]]s dentro de um determinado valor indexado ao dólar —mais ou menos um por cento— cujo valor, por sua vez, estaria ligado ao [[ouro]] numa base fixa de 35 dólares por [[onçaon (peso)|onça ça Troy]], e em segundo lugar, a provisão pelo FMI de financiamento para suportar dificuldades temporárias de pagamento. Em [[1971]], diante de pressões crescentes na demanda global por ouro, [[Richard Nixon]], então presidente dos Estados Unidos, suspendeu unilateralmente o sistema de Bretton Woods, cancelando a conversibilidade direta do dólar em ouro.
 
== As origens do sistema Bretton Woods ==
 
As bases políticas do sistema Bretton Woods podem ser encontradas na confluência de várias condições principais: as experiências comuns da [[Grande Depressão]], a concentração de poder em um pequeno número de Estados e a presença de uma potência dominante querendo (e capaz de) assumir um papel de liderança.
 
Utilizador anónimo