Diferenças entre edições de "Superbase"

2 bytes adicionados ,  01h21min de 18 de março de 2015
sem resumo de edição
{{Ácidos e bases}}
Na [[Química]], uma '''suberbase''' é um base extremamente forte, no qual, a substância ou o composto possui uma elevada [[afinidade por próton]]s. O [[íon]]-[[hidróxido]] é a [[base]] mais forte possível em [[soluçõesSoluções aquosas|Soluçãosoluções aquosaaquosas]], mas existem bases com forças muito maiores do que pode existir na [[água]]. Tais bases são úteis na [[síntese orgânica]] e são fundamentais para a [[físico-química orgânica]]. Superbases têm sido descritas e utilizadas desde a década de [[1850]]<ref>{{cite web |title= BBC - h2g2 - História da Química - Ácidos e Bases |url=http://www.bbc.co.uk/dna/h2g2/alabaster/A708257 |accessdate=2015-03-17}}</ref>, porém o termo é de origem moderna. Reações envolvendo superbases frequentemente requerem técnicas especiais, uma vez que são destruídas pela água, pelo [[dióxido de carbono]] atmosférico e também [[oxigênio]]. Técnicas de atmosfera inerte e baixas temperaturas minimizam essas reações colaterais. Suberbases também possuem um [[Corrosão|efeito corrosivo]]. Dentre as superbases, temos os compostos formados por um [[metal alcalino]] e [[alquila]], como o [[butil-potássio]].
 
==Definições==
[[Ficheiro:Superbase;.png|340px|miniaturadaimagem|direita|Superbase usada para preparar reagentes Z-crotilboronato.]]
[[IUPAC]] define superbase simplesmente como um "composto que possui uma elevada [[basicidade|Base (química)|basicidade]], tal como [[di-isopropilamida de lítio]]".<ref>{{GoldBookRef | title = superacid | file = S06135}}</ref> Caubère define superbases qualitativamente, porém, mais precisamente: "O termo superbase pode apenas ser aplicado às bases resultantes a partir de uma mistura de duas (ou mais) bases, levando a novas espécies básicas que possuem novas propriedades inerentes."<ref>{{cite journal | last1 = Caubère | first1 = P | year = 1993 | title = Unimetal super bases | url = | journal = Chemical Reviews | volume = 93 | issue = | pages = 2317–2334 | doi = 10.1021/cr00022a012 }}</ref>
 
Superbases também foram definidas semi-qualitativamente como quaisquer espécies com maior afinidade absoluta por prótons (AAP = 245,3 kcal/mol) e basicidade intrínseca (fase gasosa) (BI = 239 kcal/mol) do que a esponja de protóns ([[1,8-Bis(dimetilamino)naftaleno]]) em forma canônica de [[Roger Alder]].<ref>{{cite journal | last1 = Raczynska | first1 = E. D. | last2 = Decouzon | first2 = M. | last3 = Gal | first3 = J.-F. | display-authors = 3 | last4 = et al | year = 1998 | title = Superbases and superacids in the gas phase | url = | journal = Trends in Organic Chemistry | volume = 7 | issue = | pages = 95–103 }}</ref>
426

edições