Diferenças entre edições de "Herman José"

157 bytes removidos ,  00h03min de 21 de dezembro de 2006
sem resumo de edição
m (Revertidas edições por 87.196.116.45, para a última versão por Pmpepe)
Herman Jose von Krippahl (Lisboa, 19 de março de 1954) é um humorista e ao português do anfitrião. Filho do pai alemão e da mãe portuguese. Com quatro anos e maneiras da idade realiza as películas de seu pai, amador do cinéfilo. Aos cinco anos vai para o jardim de infância, jardim infantile alemão, passando mais tarde à faculdade alemão. Lá com pouco comportamento linear e resultados, tem seus primeiros contatos com o teatro e a música. Estudou ainda quando comprou sua primeira viola-macio, com a vontade para tocar, compôr e para cantar. Com a música saberá a vida artística. É para o retorno dos 18 anos tem as primeiras aparências na televisão, no programa no tempo onde você ele foi carregado, quando integrar o enclave do grupo dirigiu para o professor Peter Osório, altura onde, antes dos 25 de abril de 1974, o PIDE faz-lhe um ultimatum - ou se naturalizar o português e cumprir o serviço militar ou tiver isso a ir para Germany, como o alemão. Com o instauration da democracia de Herman põe da parte o ideia de um curso superior em Munique. Em outubro de 1974, conduzido para o professor do enclave do estreia no teatro do compartimento, ao lado do silva de Ivone, a Jose de Castro, a tordo de Fernando, a Nicholas Breyner e a lagarto de João no ABC em um no Cravo, em um outro no dictatorship, do authorship de Dos Santos, Cesar de Oliveira e Rogério Bracinha de Ary. Está nos compartimentos do parque Mayer que recebe seu contato artístico da formação e em seguida ter com Nicholas Breyner, este carrega-o à televisão. Em 1975 seu estreia na televisão com o advogado fácil-assinado é-lhe dado Sr. Feliz e Sr. Contente, ao lado de Breyner. Épocas mais tarde os críticos disseram que Herman "põe o veteran ao bolso". Paralalemante à televisão edita, em 1977, bag o corkscrew que alcançou o registro do ouro. Durante cinco anos cobre o país nos espectáculos da província onde debita anecdotes, ele canta, inventa personages e improvisa muito. Em 1980 a canção do beijo pequeno é outra vez recompensa do ouro. Neste exatamente ano a criação do silva de Toni do personage ("artista do rádio, da tevê e do registro Latin-romântico" do brilliantine e dos lantejoulas que portraied a sociedade em suas canções) atrai a parte dianteira pública grande a ecrã n ' dar uma volta dos contentes, transmitido aos domingos à tarde para Júlio Isidro. Crítico ao retorno de seu unanimiza do modo. Em 1983, ano de sua participação no festival da canção com o Côr de seu batom, o programa tal canal é considerado pela imprensa como a mais melhor produção do modo portuguese de todas as vezes. Seu equipa retornos em Hermanias (1984). O sucesso é refletido em níveis elevados dos hearings, na maioria de um público novo, desde que o irreverência do programa chocou, por épocas, determinado público mais conservadores. O modo de Perdição (1987) - depois que junto um pelo sucedido bilhete 1.2.3 da cruz boa de Carlos - numa envolve o humorista do polémica depois que a proibição - para a parte faz a placa do da RTP dos diretores - entrevistas históricas dos das, título permanente programa, sendo a série suspendida necessariamente quando o à Raínha D. Isabel era sendo transmitido ' a entrevista '. Entretanto no estreia 1987 de Herman Jose no cinema com o beloved lilac, de Arthur Semedo, película que algum sucesso do bilheteira teve. Nos primeiros meses de 1990 seu retorno à tevê com o casino real tem somente o lugar - uma mistura da noite do teatro com o programa das variedades, portraying o ambiente da guerra viveu em Lisboa nos anos 40. No princípio dos anos 90, após ter apresentado algumas competições, como com a verdade mim você ilude-se e a roda da sorte, dos makes Felicitações (1993) onde misturas uma competição dos humorísticos e dos esboços em uma mostra da conversa, onde conduz às personalidades as mais variadas, de Roger Moore o Mário Soares, no meio tanto outro. Em Herman 1996 os felicitações saem, após a censura do último supper do título que juntou cem mil assinaturas em uma abaixo-assinada para se queixar a proibição daquela advogado fácil-assinado. Retorna mais tarde com o Herman Enciclopédia (1997), classificada como sendo de modo educado e mordacious, de correcto e da pessoa shameless, innocent venenoso, cultivado e e a vernacular. Este programa teve duas séries e o sucesso suficiente, criando figuras dos inesquecíveis como os remédios do diácono do fornecedor, ' Melga ' e ' microfone ' dos televendas, etc.. Para 1998, a altura onde Lisboa recebeu o universal da exposição, Herman cumprimentou portuguêses e estrangeiros com seu Herman98, extraído para fora do Herman99. Aqui, a exposição do hermaníaca divulged as figuras nacionais, trazido a música e o modo. Primeiramente em Lisboa, mais tarde no porto. No ano 2000, Herman Jose é mudado para o SIC, onde atualmente se encontra com e se apresenta aos domingos, o programa de HermanSIC que apresenta entrevistas com algumas personalidades (nacionais e internacionais), mescladas com diversos esboços que os humorísticos com participação do seu se equipam dos actores, que são constituídos por Maria Rueff, por Joaquin Monchique, esfera de Ana, por Vieira Maria, por Manuel Marques, por Vítor de Sousa e pelo apropriado. Estes programas freqüentam tinham sido transmitidos em direto. No ano de 2005, junto um mais um DISCO COMPACTO a seu discografia vasto - você é assim bom! congregates os sucessos os mais grandes de sua carreira e era durante a presença das semanas assegurada no nacional dos altos dos vendas. Paralela à televisão que de Herman desenvolveu em 80 anos de atividade intensa do humorista do radiofónico, primeiramente no rádio comercial, passando para o TSF e criando finalmente o Hermandifusão portuguese no Antena1/RDP, em duas edições diárias em uma simultânea com o RDP internacional, o RDP África, o Madeira e o Açores.
'''Herman José von Krippahl''' ([[Lisboa]], [[19 de Março]] de [[1954]]) é um [[humor]]ista e ''entertainer'' [[portugal|português]].
Filho de pai alemão e mãe portuguesa. Com quatro anos e meio de idade protagoniza os filmes do seu pai, cinéfilo amador. Aos cinco anos vai para o Kindergarten, jardim infantil alemão, passando depois para o Colégio Alemão. Com um comportamento e resultados pouco lineares, tem aí os seus primeiros contactos com o teatro e a música. Estudava ainda quando comprou a sua primeira viola-baixo, com a vontade de tocar, compôr e cantar. Através da música conhecerá a vida artística.
 
É por volta dos 18 anos tem as primeiras aparições em televisão, no programa ''No Tempo Em Que Você Nasceu'', ao integrar o grupo ''Enclave'' dirigido pelo maestro Pedro Osório, altura em que, antes do [[25 de Abril de 1974]], a [[PIDE]] lhe faz um ultimato - ou se naturaliza português e cumpre o serviço militar ou terá que ir para a Alemanha, como alemão. Com a instauração da democracia Herman põe de parte a ideia de um curso superior em Munique. Em Outubro de 1974, levado pelo maestro do ''Enclave'' estreia-se no teatro de revista, ao lado de [[Ivone Silva]], [[José de Castro]], [[Fernando Tordo]], [[Nicolau Breyner]] e [[João Lagarto]] no [[Teatro ABC|ABC]] em ''Uma No Cravo, Outra Na Ditadura'', da autoria de [[Ary dos Santos]], César de Oliveira e Rogério Bracinha. É nas revistas do [[Parque Mayer]] que recebe a sua formação artística e depois de ter contacto com [[Nicolau Breyner]], este transporta-o para a televisão.
 
Em [[1975]] dá-se a sua estreia em televisão com a rábula ''Sr. Feliz e Sr. Contente'', ao lado de [[Nicolau Breyner|Breyner]]. Tempos depois os críticos diziam que Herman «metera o veterano ao bolso».
 
Paralalemante à televisão edita, em 1977, ''Saca o Saca-Rolhas'' que alcançou o Disco de Ouro. Durante cinco anos percorre o país em espectáculos de província onde debita anedotas, canta, inventa personagens e improvisa muito. Em 1980 ''A Canção do Beijinho'' é novamente Galardão de Ouro. Nesse mesmo ano a criação do personagem ''Toni Silva'' («artista da rádio, TV e disco» latino-romântico de brilhantina e lantejoulas que retratava a sociedade nas suas canções) atrai o grande público frente ao ecrã n' ''O Passeio dos Alegres'', transmitido aos Domingos à tarde por [[Júlio Isidro]]. A crítica à volta do seu humor unanimiza-se.
 
Em 1983, ano da sua participação no [[Festival da Canção]] com ''A Côr do Teu Baton'', o programa ''[[O Tal Canal]]'' é considerado pela imprensa como a melhor produção de humor portuguesa de todos os tempos. A sua equipa regressa em ''Hermanias'' (1984). O sucesso reflete-se em níveis altos de audiências, na maioria de um público jovem, já que a irreverência do programa chocava, por vezes, certos públicos mais conservadores. ''Humor de Perdição'' (1987) - depois de uma passagem bem sucedida pelo ''1,2,3'' junto de [[Carlos Cruz]] - envolve o humorista numa polémica após a proibição - por parte do Conselho Administrativo da RTP - das entrevistas históricas, rubrica permanente do programa, sendo a série suspensa precisamente quando estava para ser transmitida a 'entrevista' à Raínha D. Isabel.
 
Entretanto em 1987 Herman José estreia-se no cinema com ''O Querido Lilás'', de [[Artur Semedo]], filme que teve algum sucesso de bilheteira.
 
Só nos primeiros meses de 1990 tem lugar o seu regresso à TV com ''Casino Royal'' - uma mistura de noite de teatro com programa de variedades, retratando o ambiente de guerra vivido em Lisboa nos anos 40.
 
No princípio dos anos 90, depois de apresentar alguns concursos, como ''Com a Verdade Me Enganas'' e ''A Roda da Sorte'', faz ''[[Parabéns]]'' (1993) em que mistura um concurso e ''sketches'' humorísticos num ''talk show'', onde leva as mais variadas personalidades, de [[Roger Moore]] a [[Mário Soares]], entre tantos outros.
 
Em 1996 Herman deixa o ''Parabéns'', após a censura da rubrica ''Última Ceia'' que juntou cem mil assinaturas num abaixo-assinado a reclamar a proibição daquela rábula. Regressa depois com a ''[[Herman Enciclopédia]]'' ([[1997]]), classificado como sendo de humor educado e mordaz, correcto e desbragado, inocente e venenoso, culto e vernacular. Este programa teve duas séries e bastante sucesso, criando figuras inesquecíveis como o provedor Diácono Remédios, 'Melga' e 'Mike' das televendas, etc.
 
Para 1998, altura em que Lisboa recebeu a Exposição Universal, Herman saudou portugueses e estrangeiros com o seu ''Herman98'', prolongado a ''Herman99''. Aqui, a exposição hermaníaca divulgou figuras nacionais, trouxe música e humor. Primeiro em Lisboa, depois no Porto.
 
No ano [[2000]], [[Herman José]] muda-se para a [[SIC]], onde actualmente se encontra e apresenta aos domingos, o programa [[HermanSIC]] que apresenta entrevistas com várias personalidades (nacionais e internacionais), mescladas com vários sketches humorísticos com participação da sua equipa de actores, que é constituída por [[Maria Rueff]], [[Joaquim Monchique]], [[Ana Bola]], [[Maria Vieira]], [[Manuel Marques]], [[Vítor de Sousa]] e o próprio. Estes programas foram frequentemente transmitidos em directo.
 
No ano de [[2005]], junta mais um CD à sua vasta discografia - ''És Tão Boa!'' reúne os maiores êxitos da sua carreira e foi durante semanas presença assegurada nos tops nacionais de vendas.
 
Paralelamente à televisão Herman desenvolveu nos anos 80 intensa actividade de humorista radiofónico, primeiro na [[Rádio Comercial]], passando pela [[TSF]] e por fim criando a ''Hermandifusão Portuguesa'' na [[Antena1]]/[[RDP]], em duas edições diárias num simultâneo com a RDP Internacional, RDP África, Madeira e Açores.
 
{{biografias}}
 
==Ligações externas==
*[http://www.citi.pt/hermanet/index_flash.html Herman José em Citi.pt]
*[http://www.2020mm.com/ecards/herman/ ÉS TÃO BOA!] - O Melhor de Herman José
*[http://hermanjose.star.pt/ Herman José em Star.pt]
 
[[Categoria:Humoristas de Portugal]]
 
[[en:Herman José]]
Utilizador anónimo