Abrir menu principal

Alterações

10 570 bytes adicionados ,  00h39min de 23 de agosto de 2015
sem resumo de edição
''''Patriarca''', originalmente, era uma pessoa que exercia um autoridade [[autocracia|autocrática]] no papel de ''[[pater familias]]'' sobre uma [[família estendida]]. O sistema de governo de famílias pelo homem mais velho é denominado [[patriarcado]].
{{ver desambiguação}}{{sem-fontes|data=junho de 2010}}
No âmbito religioso, o termo '''patriarca''' ({{Lang-gr|''πατριάρχης, πατήρ'', ''patér'', pai + αρχή, ''arché'', primeiro, máximo}} refere-se no [[Antigo Testamento]], o qual é dado ao pai de uma família ou chefe de tribo na Antiguidade. Abraão, Isaac e Jacó foram [[patriarcas bíblicos|patriarcas da nação hebraica]]. Este título é utilizado em certas [[Igreja]]s [[cristã]]s para designar algumas autoridades eclesiásticas que têm ascendência jurídica ou honorífica em relação a um território, [[rito]] ou [[igreja particular]]. A [[circunscrição eclesiástica]] do patriarca chama-se [[patriarcado]]. Em algumas Igrejas, o patriarca recebe o titulo de [[católico (título)|católico]] (''Catholikós'', e sua circunscrição é o catolicossato (''Catholikossato'').
 
A palavra é derivada do [[língua grega|grego]] {{politônico|πατριάρχης}}, ''patriarchēs''<ref>{{citar livro|url = http://www.perseus.tufts.edu/hopper/text?doc=Perseus%3Atext%3A1999.04.0057%3Aentry%3Dpatria%2Frxhs| subtítulo = πατριάρχης| autor =Henry George Liddell & Robert Scott| título = A Greek-English Lexicon| editora = Perseus| língua = inglês}}</ref>, que significa "chefe" ou "pai de família"<ref name=OnEtDi/>, uma composição de {{politônico|πατριά}}, ''patria''<ref>{{citar livro|url = http://www.perseus.tufts.edu/hopper/text?doc=Perseus%3Atext%3A1999.04.0057%3Aentry%3Dpatria%2F| subtítulo = πατριά| autor =Henry George Liddell & Robert Scott| título = A Greek-English Lexicon| editora = Perseus| língua = inglês}}</ref>, "família", e {{politônico|ἄρχειν}}, ''archein''<ref>{{citar livro|url =http://www.perseus.tufts.edu/hopper/morph?l=a%29%2Frxw&la=greek&can=a%29%2Frxw0&prior=o(&d=Perseus:text:1999.04.0057:entry=a)/rxwn&i=1#lexicon| subtítulo = ἄρχω| autor =Henry George Liddell & Robert Scott| título = A Greek-English Lexicon| editora = Perseus| língua = inglês}}</ref>, "governar"<ref name=OnEtDi>{{citar web|url = http://www.etymonline.com/index.php?term=patriarch| publicado = Online Etymological Dictionary| título = patriarch| língua = inglês}}</ref><ref>{{citar web|url = http://www.merriam-webster.com/dictionary/patriarch| publicado = Merriam-Webster| título = patriarch| língua = inglês}}</ref><ref>{{citar web|url = http://www.thefreedictionary.com/patriarch| publicado = American Heritage Dictionary of the English Language| título = patriarch| língua = inglês}}</ref><ref>{{citar web|url = http://oxforddictionaries.com/view/entry/m_en_gb0610420#DWS-M_EN_GB-047375| publicado = Oxford Dictionaries| título = patriarch| língua = inglês}}</ref>.
Este título é utilizado na [[Igreja Católica]] no [[Igreja Católica Latina|rito latino]] e nos [[rito oriental|ritos orientais]], bem como nas [[Igreja Ortodoxa|Igrejas ortodoxas]] e nas [[Igrejas não-calcedonianas|não-calcedonianas]]. Há também uma dignidade similar em alguns países [[Budismo|budistas]].
 
[[Abraão]], [[Isaac]] e [[Jacó]] são geralmente chamados de [[patriarcas (Bíblia)|patriarcas]] do [[Tribos de Israel|povo de Israel]] e o período no qual eles viveram é chamado de [[Época Patriarcal]]. A palavra "patriarca" original adquiriu seu significado religioso na [[Septuaginta]], a versão grega da [[Bíblia]]<ref>{{1913CE|Patriarch}}</ref>.
== Os cinco grandes patriarcas (Pentarquia) ==
{{Ver artigo principal|[[Pentarquia]]}}
 
Atualmente, a palavra tem um significado eclesiástico específico. Designa os mais altos [[bispo]]s na hierarquia da [[Igreja Ortodoxa]], das [[Igrejas Ortodoxas Orientais]], da [[Igreja Católica]] (acima dos [[arcebispo maior|arcebispos maiores]] e [[primaz (bispo)|primaz]]es) e da [[Igreja do Oriente]] (algumas utilizam também o termo "[[papa]]", como é o caso da Igreja Católica e da [[Igreja Ortodoxa Copta de Alexandria]]). O cargo e a [[circunscrição eclesiástica]] de um patriarca é chamado de [[patriarcado]]. Em algumas Igrejas, o patriarca recebe o titulo de [[católico (título)|católico]] (''Catholikós''), e sua circunscrição é o catolicossato (''Catholikossato''). Historicamente, um patriarca geralmente era a escolha lógica para agir como [[etnarca]] de uma comunidade identificada com uma determinada confissão religiosa dentro de um estado de fé diferente (como os cristãos no [[Império Otomano]], por exemplo).
* [[Papa|Patriarca de Roma]]
* [[Patriarca de Antioquia]]
* [[Patriarca de Alexandria]]
* [[Patriarca de Jerusalém]]
* [[Patriarca de Constantinopla]]
 
== Cristianismo oriental ==
== Na Igreja Católica ==
{{catolicismo}}
 
=== Igreja do Oriente ===
Na [[Igreja Católica]] existem patriarcas de [[rito oriental]] e de [[Igreja Católica de Rito Latino|rito latino]]. A elevação a [[patriarcado]] constitui a mais elevada dignidade honorífica atribuível pela Igreja a uma [[diocese]] ou [[arquidiocese]]. O seu [[prelado]] recebe então o título de "patriarca" e goza de [[precedência]], ainda que apenas a título honorífico, relativamente a todos os [[primaz]]es, [[arcebispo]]s e [[bispo]]s.
{{AP|Nestorianismo}}
Patriarcas da [[Igreja do Oriente]], por vezes chamada de [[Igreja Nestoriana]], "Igreja da Pérsia", Igreja Sassânida ou, atualmente, de [[Igreja Assíria do Oriente]], identificam sua linhagem até os patriarcas do século I.
 
* [[Católico-Patriarca de Selêucia-Ctesifonte]], líder da Igreja Assíria do Oriente.
Os patriarcas de rito oriental são líderes de algumas [[Rito oriental|Igrejas católicas orientais]] ''[[Igreja particular sui juris|sui juris]]'', que, com os seus [[sínodo]]s, constituem a instância suprema para todos os assuntos dos patriarcados orientais, salvo o direito inalienável do [[papa]] de intervir em cada caso. Estes patriarcas são eleitos pelos respectivos [[sínodo]]s das Igrejas Orientais e depois confirmados pelo papa.
* Patriarca da [[Antiga Igreja do Oriente]], uma [[secessão]] da Igreja Assíria do Oriente.
 
=== Igreja Ortodoxa ===
Os patriarcas de rito latino são prelados a quem o papa concedeu o título de patriarca. Com excepção do papa enquanto "Patriarca do Ocidente", o título de patriarca de rito latino é apenas honorífico, não conferindo jurisdição superior à de [[arcebispo]] [[metropolita]] da respectiva [[província eclesiástica]]. Aos [[Patriarca de Lisboa|patriarcas de Lisboa]] e de [[Patriarca de Veneza|Veneza]] foi ainda concedido, como privilégio adicional (outorgado por [[bula papal]]), o direito perpétuo de serem nomeados [[Cardeal|cardeais]] no [[consistório]] seguinte ao da sua investidura no respectivo cargo. Depois da ascensão à dignidade cardinalícia, estes dois prelados latinos passam a ser designados por "cardeal-patriarca".
{{AP|Igreja Ortodoxa}}
* Patriarcados antigos:
** O [[Patriarca Ecumênico de Constantinopla]], líder da [[Igreja Ortodoxa de Constantinopla]] e líder espiritual de toda a [[Igreja Ortodoxa]].
** O [[Patriarca Grego Ortodoxo de Alexandria|Patriarca de Alexandria e de Toda África]], líder da [[Igreja Grega Ortodoxa de Alexandria]].
** O [[Patriarca Grego Ortodoxo de Antioquia|Patriarca de Antioquia]] e líder da [[Igreja Ortodoxa de Antioquia|Igreja Grega Ortodoxa de Antioquia e Todo Oriente]] no [[Oriente Médio]].
** O [[Patriarca Grego Ortodoxo de Jerusalém|Patriarca de Jerusalém]] e líder da [[Igreja Ortodoxa de Jerusalém|Igreja Grega Ortodoxa de Jerusalém e do Santo Sião]], em [[Israel]], [[Palestina]], [[Jordânia]] e toda [[Arábia]].
 
* Os cinco patriarcados juniores, criados depois da consolidação da [[Pentarquia]], em ordem cronológica de seu reconhecimento como patriarcados pelo patriarca ecumênico de Constantinopla:
Os patriarcas católicos apõem ao respectivo brasão de armas a cruz arquiepiscopal (cruz dupla) e o capelo verde de 30 borlas debruadas a ouro. No caso de serem [[metropolita]]s usam também o [[pálio]] no brasão.
** O [[Patriarca de Toda Bulgária]], líder da [[Igreja Ortodoxa Búlgara]], na [[Bulgária]], reconhecido como patriarca em 927<ref>{{citar web|url = http://www.cnewa.org/ecc-bodypg-us.aspx?eccpageID=20&IndexView=toc| publicado = Catholic Near East Welfare Association| título = ID 20| língua = inglês}}</ref>.
** O [[Católico-Patriarca de Toda Geórgia]], líder da [[Igreja Ortodoxa Georgiana]], na [[Geórgia]], reconhecido como um "catolicado" (patriarcado) em 1008<ref>{{citar web|url = http://www.cnewa.org/ecc-bodypg-us.aspx?eccpageID=21&IndexView=toc| publicado = Catholic Near East Welfare Association| título = ID 21| língua = inglês}}</ref>.
** O [[Patriarca da Sérvia]], líder da [[Igreja Ortodoxa Sérvia]], na [[Sérvia]], reconhecido como patriarca em 1375<ref>{{citar web|url = http://www.cnewa.org/ecc-bodypg-us.aspx?eccpageID=18&IndexView=toc| publicado = Catholic Near East Welfare Association| título = ID 18| língua = inglês}}</ref>.
** O [[Patriarca de Moscou e Toda Rússia]], líder da [[Igreja Ortodoxa Russa]], na [[Rússia]], reconhecido como patriarca em 1589<ref>{{citar web|url = http://www.cnewa.org/ecc-bodypg-us.aspx?eccpageID=17&IndexView=toc| publicado = Catholic Near East Welfare Association| título = ID 17| língua = inglês}}</ref>.
** O [[Patriarca de Toda Romênia]], líder da [[Igreja Ortodoxa Romena]], na [[Romênia]], reconhecido como patriarca em 1925<ref>{{citar web|url = http://www.cnewa.org/ecc-bodypg-us.aspx?eccpageID=19&IndexView=toc| publicado = Catholic Near East Welfare Association| título = ID 19| língua = inglês}}.</ref>.
 
=== Patriarcas ortodoxos fora da Comunhão Ortodoxa ===
=== Concílio Ecumênico Vaticano II ===
* O Patriarca de Moscou e Toda Rússia, líder da [[Antiga Igreja Ortodoxa Russa]].
{{Ver artigo principal|[[Segundo Concílio do Vaticano]]}}
* O [[Patriarca de Kiev]], líder da [[Igreja Ortodoxa Ucraniana - Patriarcado de Kiev]].
[[Ficheiro:Template-Patriarch (Latin Rite) Interwoven with gold.svg|thumb|150px|left|Modelo do brasão de armas de um Patriarca Católico Romano]]
* O Patriarca de Kiev e Toda Rússia-Ucrânia, líder da [[Igreja Ortodoxa Canônica Autocéfala Ucraniana]].
* O Patriarca da Igreja Ortodoxa Autocéfala da Europa<ref>www.mission-orthodoxe.org</ref>.
* O Patriarca da [[Igreja Católica Ortodoxa Grega Ucraniana]].
 
=== Igrejas Ortodoxas Orientais ===
O decreto ''[http://www.vatican.va/archive/hist_councils/ii_vatican_council/documents/vat-ii_decree_19641121_orientalium-ecclesiarum_po.html Orientalium Ecclesiarum]'' ([[1964]]), sobre as [[Rito oriental|Igrejas orientais católicas]], do [[Segundo Concílio do Vaticano|Concílio Ecumênico Vaticano II]] reafirmou a tradição dos patriarcados orientais (diferente dos patriarcados ocidentais de [[rito latino]], que são considerados só meramente honoríficos) nos seguintes termos:''
{{AP|Ortodoxia Oriental}}
* O [[Papa da Igreja Ortodoxa Copta de Alexandria|Papa de Alexandria e Patriarca de Toda África]], líder da [[Igreja Ortodoxa Copta de Alexandria]] no Egito e Toda África e líder espiritual da [[Ortodoxia Oriental]].
* O [[Patriarca Ortodoxo Siríaco de Antioquia|Patriarca de Antioquia de Antioquia e Todo Oriente]], líder da [[Igreja Ortodoxa Siríaca|Igreja Ortodoxa Siríaca de Antioquia]] e [[Igreja Ortodoxa Siríaca|Líder Supremo da Igreja Universal Ortodoxa Siríaca]] no Oriente Médio.
** O [[Católico da Índia]], líder da [[Igreja Jacobita Siríaca Ortodoxa Malancara]] na [[Índia]].
* O [[Católico do Oriente]], líder [[metropolita]] da [[Igreja Ortodoxa Siríaca Malancara]] na Índia.
* O [[Católico de Etchmiadzin, Armênia e Todos os Armênios]], [[Igreja Apostólica Armênia|Supremo Patriarca da Igreja Apostólica Armênia]] e líder da [[Igreja Apostólica Armênia]].
** O [[Patriarca de Constantinopla para os Armênios]], na [[Turquia]].
** O [[Patriarca de Jerusalém para os Armênios|Patriarca de Jerusalém e do Santo Sião para os Armênios]], em Israel, Palestina, Jordânia e o [[Golfo Pérsico]].
* O [[Católico da Cilícia]], líder da [[Santa Sé da Cilícia|Igreja Apostólica Armênia da Grande Casa da Cilícia]], em [[Antelias]], no [[Líbano]].
* O Arcebispo de Axum e [[Católico-Patriarca de Toda Etiópia]], líder da [[Igreja Ortodoxa Etíope Tewahedo]], na [[Etiópia]].
* O Arcebispo de Asmara e [[Patriarca de Toda Eritreia]], líder da [[Igreja Ortodoxa Eritreia Tewahedo]], na [[Eritreia]].
 
== Igreja Católica ==
«''Desde antiquíssimos tempos vigora na [[Igreja]] a instituição do [[patriarcado]], já reconhecida pelos primeiros [[Concílio ecumênico|concílios ecumênicos]]. Pelo nome de patriarca [[rito oriental|oriental]] entende-se o [[bispo]] que no próprio território ou rito tem a jurisdição sobre todos os bispos, não excetuados os [[metropolita]]s, sobre o [[clero]] e o povo, de acordo com a norma do direito e salvo o [[primazia papal|primado]] do [[Papa|romano pontífice]]. Onde quer que se constitua, fora dos limites do território patriarcal, um hierarca de algum rito, permanece ele agregado à [[hierarquia]] do patriarcado do mesmo rito, de acordo com as normas do direito.''
{{AP|Hierarquia da Igreja Católica}}
Os patriarcas católicos apõem ao respectivo [[brasão de armas]] a cruz arquiepiscopal ([[cruz dupla]]) e o [[capelo]] verde de 30 borlas debruadas a ouro. No caso de serem [[metropolita]]s usam também o [[pálio]] no brasão. Aos [[Patriarca de Lisboa|patriarcas de Lisboa]] e de [[Patriarca de Veneza|Veneza]] foi ainda concedido, como privilégio adicional (outorgado por [[bula papal]]), o direito perpétuo de serem nomeados [[Cardeal|cardeais]] no [[consistório]] seguinte ao da sua investidura no respectivo cargo. Depois da ascensão à dignidade cardinalícia, estes dois prelados latinos passam a ser designados por "[[cardeal-patriarca]]".
 
=== Patriarcado do Ocidente (extinto) ===
''Embora posteriores uns aos outros no tempo, os Patriarcas das Igrejas Orientais são, no entanto, todos iguais em razão da dignidade patriarcal, salva a precedência de honra legitimamente estatuída entre eles.''
Na [[Pentarquia]] formulada pelo [[imperador bizantino]] [[Justiniano I]] (527&ndash;565), o imperador designou como patriarcado para o [[bispo de Roma]] toda a Europa cristianizada (incluindo quase toda a moderna [[Grécia]]), com exceção de uma pequena área à volta de [[Constantinopla]] e ao longo da costa do [[Mar Negro]]. Ele ainda incluiu neste patriarcado a porção ocidental do [[norte da África]]. O sistema de Justiniano recebeu reconhecimento formal no [[Concílio Quinisexto]] de 692, que a [[Santa Sé|sé de Roma]], contudo, não reconhece.
 
Os papas do passado utilizavam ocasionalmente o título de '''patriarca do ocidente''' sem defini-lo claramente. A partir de em 1863, o título passou a aparecer no "[[Anuário Pontifício]]", que, em 1885, tornou-se uma publicação semi-oficial da Santa Sé. Na edição de 2006, o título foi suprimido. O [[Pontifício Conselho para Promoção da Unidade Cristã]] explicou a decisão num ''[[press release]]'' emitido no final do mesmo ano, que afirmou que o título havia se tornado ''"obsoleto e praticamente inútil"'' e que era ''"sem sentido insistir na sua manutenção"''. Desde o [[Concílio Vaticano II]], a [[Igreja Latina]], com a qual o título poderia ser mais facilmente associado, passou a ser organizada como diversas [[conferência episcopal|conferências episcopais]] e seus agrupamentos internacionais<ref>{{citar web|url = http://www.zenit.org/en/articles/communique-on-title-patriarch-of-west| publicado = ZENIT News Agency| título = Communiqué on title 'Patriarch of the West'| língua = inglês}}</ref>.
''Segundo a antiquíssima [[tradição]] da Igreja, singulares honras devem ser atribuídas aos patriarcas das Igrejas Orientais, pois cada um deles preside, como pai e cabeça, ao seu patriarcado. Por isso, estabelece este sagrado [[concílio]] que se restaurem os seus direitos e privilégios, de acordo com as antigas tradições de cada Igreja e os [[decreto]]s dos Concílios Ecumênicos. Estes direitos e privilégios são os que vigoravam ao tempo da união do [[Oriente]] e [[Ocidente]], embora devam ser um pouco adaptados às condições hodiernas. Os patriarcas com os seus [[sínodo]]s constituem a instância suprema para todos os assuntos do patriarcado, não excluído o direito de constituir novas [[eparquia]]s e de nomear bispos do seu rito dentro dos limites do território patriarcal, salvo o direito inalienável do romano pontífice de intervir em cada caso.''
 
=== Outros patriarcados latinos históricos ===
''O que foi dito dos patriarcas vale também, de acordo com as normas do direito, para os [[Arcebispo|arcebispos maiores]], que presidem a toda uma Igreja particular ou rito [[sui juris]].''
* O [[Patriarca de Grado]], fundido em 1451 com a Diocese de Castello e Veneza para formar a [[Arquidiocese de Veneza]].
* O [[Patriarca de Aquileia]], dissolvido em 1752.
* O [[Patriarca das Índias Ocidentais]], um [[sé titular]] patriarcal vaga desde 1963.
* O [[Patriarca Latino de Antioquia]], título abolido em 1964.
* O [[Patriarca Latino de Alexandria]], título abolido em 1964.
* O [[Patriarca Latino de Constantinopla]], título abolido em 1964.
 
=== Patriarcados latinos atuais ===
''Sendo a instituição patriarcal nas Igrejas Orientais a forma tradicional do regime, o sagrado e ecumênico concílio deseja que, onde for necessário, se erijam novos patriarcados, cuja constituição é reservada ao concílio ecumênico ou ao romano pontífice.'' »
* O [[Patriarca Latino de Jerusalém]].
* O [[Patriarca das Índias Orientais]], uma sé titular patriarcal unido à [[Arquidiocese de Goa e Damão]].
* O [[Patriarca de Lisboa]].
* O [[Patriarca de Veneza]].
 
=== CódigoPatriarcados decatólicos Direito Canônicoorientais ===
Seis das [[Igrejas Católicas Orientais]] são lideradas por patriarcas que reivindicam uma (ou mais) das antigas sés patriarcais:
* O [[Patriarca Católico Copta de Alexandria]], líder da [[Igreja Católica Copta]].
* O [[Patriarca Greco-Católico Melquita de Antioquia|Patriarca Greco-Católico Melquita de Antioquia e Todo Oriente, de Alexandria e Jerusalém]], líder da [[Igreja Greco-Católica Melquita]].
* O [[Patriarca Católico Sírio de Antioquia|Patriarca Católico Sírio de Antioquia e Todo Oriente]], líder da [[Igreja Católica Siríaca]].
* O [[Patriarca Católico Maronita de Antioquia|Patriarca Católico Maronita de Antioquia e Todo Oriente]], líder da [[Igreja Católica Maronita]].
* O [[Patriarca Católico Caldeu de Babilônia]], líder da [[Igreja Católica Caldeia]].
* O [[Patriarca Católico Armênio da Cilícia]], líder da [[Igreja Católica Armênia]].
 
==== Arcebispados maiores ====
De acordo com o [[Código de Direito Canônico]] (1983), «o título de patriarca e de primaz, além da prerrogativa de honra, não implica, na [[Igreja Católica de Rito Latino|Igreja latina]], nenhum poder de regime, a não ser que conste o contrário quanto a algumas coisas, por privilégio apostólico ou por costume aprovado.»
Quatro outras [[Igrejas Católicas Orientais]] são lideradas por um [[prelado]] conhecido como "[[arcebispo maior]]", um título criado em 1963, essencialmente equivalente ao de patriarca<ref>{{cite web|url=http://www.intratext.com/IXT/ENG1199/_P48.HTM |title=CCEO: text - IntraText CT |publisher=Intratext.com |date=4 de maio de 2007 |língua = inglês}}</ref>:
* O [[Arcebispo maior de Kiev-Halych]], líder da [[Igreja Católica Grega Ucraniana]].
* O [[Arcebispo maior de Ernakulam-Angamaly]], líder da [[Igreja Católica Siro-Malabar]].
* O [[Arcebispo maior de Trivandrum]], líder da [[Igreja Católica Siro-Malancara]].
* O [[Arcebispo maior de Făgăraş e Alba Iulia]], líder da [[Igreja Greco-Católica Romena unida com Roma]]
 
Em suas igrejas ''[[sui iuris]]'', não há diferenças entre patriarcas e arcebispos maiores. Porém, existem diferenças na [[ordem de precedência]] (ou seja, os patriarcas precedem os arcebispos maiores) e na forma de ascensão: a eleição de um arcebispo maior precisa ser confirmada pelo [[papa]] antes que ele possa assumir o posto<ref>''[[Codex Canonum Ecclesiarum Orientalium]]'': Can. 153</ref>, ao passo que os patriarcas prescindem desta aprovação. Eles precisam apenas solicitar ao papa, o mais cedo possível, a concessão da chamada "[[comunhão plena|comunhão]] eclesiástica" <ref>''[[Codex Canonum Ecclesiarum Orientalium]]'': Can. 76</ref><ref>{{cite web|url=http://www.vatican.va/holy_father/benedict_xvi/letters/2006/documents/hf_ben-xvi_let_20060406_alessandria-copti_en.html|title=Exchange of letters between Benedict XVI and His Beatitude Antonios Naguib|publisher=[[Holy See Press Office]]|accessdate=|language = inglês}}</ref>.
[[Jesus Hortal]], canonista brasileiro comentador da edição brasileira do Código de Direito Canônico assim esclarece o título de patriarca:
 
=== Concílio Vaticano II ===
«''Patriarca (literalmente, ''superpai'') é um título de longa tradição na Igreja. Designou originariamente os bispos de [[Alexandria]], [[Antioquia]] e [[Roma]]. Posteriormente, a esses três, foram acrescentados outros dois: os de [[Constantinopla]] e [[Jerusalém]]. Juntos formam a "[[pentarquia]]", que, na mentalidade [[ortodoxa]], seria uma espécie de organismo colegiado de direção eclesial. No [[Ocidente]], portanto, há um único patriarca, no sentido histórico: o [[Papa]]. No [[Oriente]], pela multiplicação dos ritos, há também uma multiplicidade de patriarcas católicos. Todos eles têm verdadeira jurisdição sobre os metropolitanos, os bispos [[:wikt:sufragâneo|sufragâneo]]s e os fiéis. Por outra parte, no Ocidente, o papa foi concedendo, em caráter honorífico, esse título a alguns prelados. Todos os patriarcas ocidentais, exceto o Papa, carecem de qualquer jurisdição que lhes advenha do título.''
{{AP|Concílio Vaticano II}}
O decreto ''[[Orientalium Ecclesiarum]]'' (1964)<ref>{{citar web|url = http://www.vatican.va/archive/hist_councils/ii_vatican_council/documents/vat-ii_decree_19641121_orientalium-ecclesiarum_po.html| título = Orientalium Ecclesiarum| publicado = Site oficial do Vaticano| língua = inglês}}</ref>, sobre as [[Rito oriental|Igrejas orientais católicas]], do [[Segundo Concílio do Vaticano|Concílio Ecumênico Vaticano II]] reafirmou a tradição dos patriarcados orientais (diferente dos patriarcados ocidentais de [[rito latino]], que são considerados só meramente honoríficos) nos seguintes termos:
{{citação2|Desde antiquíssimos tempos vigora na [[Igreja]] a instituição do [[patriarcado]], já reconhecida pelos primeiros [[Concílio ecumênico|concílios ecumênicos]]. Pelo nome de patriarca [[rito oriental|oriental]] entende-se o [[bispo]] que no próprio território ou rito tem a jurisdição sobre todos os bispos, não excetuados os [[metropolita]]s, sobre o [[clero]] e o povo, de acordo com a norma do direito e salvo o [[primazia papal|primado]] do [[Papa|romano pontífice]]. Onde quer que se constitua, fora dos limites do território patriarcal, um [[hierarca]] de algum rito, permanece ele agregado à [[hierarquia]] do patriarcado do mesmo rito, de acordo com as normas do direito.
(...)<br>
Embora posteriores uns aos outros no tempo, os Patriarcas das Igrejas Orientais são, no entanto, todos iguais em razão da dignidade patriarcal, salva a [[precedência]] de honra legitimamente estatuída entre eles.
<br>(...)<br>
Segundo a antiquíssima [[tradição]] da Igreja, singulares honras devem ser atribuídas aos patriarcas das Igrejas Orientais, pois cada um deles preside, como pai e cabeça, ao seu patriarcado. Por isso, estabelece este sagrado concílio que se restaurem os seus direitos e privilégios, de acordo com as antigas tradições de cada Igreja e os decretos dos Concílios Ecumênicos. Estes direitos e privilégios são os que vigoravam ao tempo da [[Grande Cisma do Oriente|união do Oriente e Ocidente]], embora devam ser um pouco adaptados às condições modernas. Os patriarcas com os seus [[sínodo]]s constituem a instância suprema para todos os assuntos do patriarcado, não excluído o direito de constituir novas [[eparquia]]s e de nomear bispos do seu rito dentro dos limites do território patriarcal, salvo o direito inalienável do romano pontífice de intervir em cada caso.
<br>(...)<br>
O que foi dito dos patriarcas vale também, de acordo com as normas do direito, para os [[Arcebispo maior|arcebispos maiores]], que presidem a toda uma [[Igreja particular]] ou rito ''[[sui juris]].
<br>(...)<br>
Sendo a instituição patriarcal nas Igrejas Orientais a forma tradicional do regime, o sagrado e ecumênico concílio deseja que, onde for necessário, se erijam novos patriarcados, cuja constituição é reservada ao concílio ecumênico ou ao romano pontífice.}}
 
=== Código de Direito Canônico ===
«''[[Primaz]] (etimologicamente, ''o primeiro''), que é diferente de patriarca, é um título existente em várias nações. Normalmente é atribuído à sé mais antiga, independentemente de sua importância atual. Por isso, no Brasil, a Arquidiocese de São Salvador da Bahia é a sé primaz. Mas o seu arcebispo - igual aos demais primazes - não tem nenhuma autoridade sobre as outras dioceses do país.'' » (comentário ao cân. 438).
De acordo com o [[Código de Direito Canônico]] (1983), ''"o título de patriarca e de [[primaz]], além da prerrogativa de honra, não implica, na [[Igreja Latina]], nenhum poder de regime, a não ser que conste o contrário quanto a algumas coisas, por privilégio apostólico ou por costume aprovado."'' [[Jesus Hortal]], [[canonista]] brasileiro comentador da edição brasileira do [[Código de Direito Canônico]] assim esclarece o título de patriarca:
 
{{citação2|Patriarca (literalmente, "superpai") é um título de longa tradição na Igreja. Designou originariamente os bispos de [[Alexandria]], [[Antioquia]] e [[Roma]]. Posteriormente, a esses três, foram acrescentados outros dois: os de [[Constantinopla]] e [[Jerusalém]]. Juntos formam a "[[Pentarquia]]", que, na mentalidade [[Igreja Ortodoxa|ortodoxa]], seria uma espécie de organismo colegiado de direção eclesial. No ocidente, portanto, há um único patriarca, no sentido histórico: o [[papa]]. No oriente, pela multiplicação dos ritos, há também uma multiplicidade de patriarcas católicos. Todos eles têm verdadeira jurisdição sobre os metropolitanos, os [[bispo sufragâneo|bispos sufragâneos]] e os fiéis. Por outra parte, no ocidente, o papa foi concedendo, em caráter honorífico, esse título a alguns [[prelado]]s. Todos os patriarcas ocidentais, exceto o papa, carecem de qualquer jurisdição que lhes advenha do título.}}
== Lista de Patriarcas ==
{{citação2|[[Primaz]] ([[etimologia|etimologicamente]], "o primeiro"), que é diferente de patriarca, é um título existente em várias nações. Normalmente é atribuído à [[sé episcopal|sé]] mais antiga, independentemente de sua importância atual. Por isso, no Brasil, a [[Arquidiocese de Salvador|Arquidiocese de São Salvador da Bahia]] é a [[primaz do Brasil|sé primaz]]. Mas o seu [[arcebispo]] - igual aos demais primazes - não tem nenhuma autoridade sobre as outras dioceses do país.}}
=== Patriarcas da Igreja Católica ===
 
[[Ficheiro:Gregorios-III-in-Cassano-Magnago-Italy.jpg|thumb|150px|right|[[Gregório III Laham|Gregório III]], actual [[Patriarca Greco-Melquita de Antioquia, Jerusalém, Alexandria, e de todo o Oriente|Patriarca Católico da Igreja Melquita]] (de [[rito oriental]]).]]
{{Âncora|Patriarca do Ocidente}}
==== [[Igreja Católica de Rito Latino|Rito latino]] ====
 
* [[Papa|Patriarca do Ocidente]] (Papa) - Suprimido e abolido em 2006 pelo Papa Bento XVI
* [[Patriarca de Veneza]]
* [[Patriarca das Índias Ocidentais]] - Vago desde 31.07.1963
* [[Patriarca de Lisboa]]
* [[Patriarca Latino de Jerusalém]]
* [[Patriarca das Índias Orientais]]
 
==== [[Rito oriental|Ritos orientais]] ====
* [[Patriarca Católico Copta de Alexandria]]
* [[Patriarca Católico Sírio de Antioquia]]
* [[Patriarca Greco-Melquita de Antioquia, Jerusalém, Alexandria, e de todo o Oriente]]
* [[Patriarca Católico Maronita de Antioquia]]
* [[Patriarca Caldeu da Babilônia]]
* [[Patriarca Católico Armênio da Cilícia]]
 
==== Patriarcas históricos (extintos em 1964) ====
 
* [[Patriarca Latino de Constantinopla]]
* [[Patriarca Latino de Alexandria]]
* [[Patriarca Latino de Antioquia]]
 
=== Patriarcas da Comunhão Ortodoxa Oriental ===
 
* [[Patriarca Ecumênico de Constantinopla|Patriarca de Constantinopla]] (Patriarca Ecumênico)
* [[Patriarca de Alexandria]]
* [[Patriarca de Antioquia]]
* [[Patriarca de Jerusalém]]
 
* [[Patriarca de Moscovo]]
* [[Patriarca Católico da Geórgia]]
* [[Patriarca da Sérvia]]
* [[Patriarca da Roménia]]
* [[Patriarca da Bulgária]]
 
=== Patriarcas das Igrejas não-Calcedonianas ===
 
* [[Igreja Ortodoxa Copta]]: [[Papa da Igreja Ortodoxa Copta de Alexandria|Papa e Patriarca de Alexandria e de toda a África]]
* [[Igreja Ortodoxa Síria]]: Patriarca de Antioquia
* [[Igreja Ortodoxa Armênia]]: Patriarca de Etchmiadzin e de toda a Armênia (católico dos Armênios da Cilícia); Patriarca Armênio de Jerusalém; [[Patriarca Armênio de Constantinopla]]
* [[Igreja Ortodoxa Etíope]]: Patriarca de toda a Etiópia
* [[Igreja Ortodoxa da Eritreia]]: Patriarca da Eritreia
 
=== Patriarcas das Igrejas Nestorianas ===
 
* [[Patriarca Catholikós da Babilónia]]
 
== Patriarcas independentes ==
=== Budismo ===
O título de "patriarca" também é utilizado por líderes de algumas igrejas relativamente recentes, principalmente pelas chamadas [[Igrejas Católicas Independentes]], que não estão em [[comunhão plena|comunhão]] com nenhuma das igrejas cristãs históricas:
Alguns países [[budista]]s possuem uma dignidade correspondente ao patriarca.
* O patriarca da [[Igreja Católica Apostólica Brasileira]].
* O patriarca da da Comunhão Internacional das [[Igrejas Episcopais Carismáticas]].
* O patriarca da [[Igreja Católica Apostólica (Filipinas)|Igreja Católica Apostólica]], nas [[Filipinas]].
* O patriarca da [[Igreja Católica Apostólica de Antioquia]]<ref>Quando uma mulher é eleita líder desta igreja, é chamada de [[matriarca]]. {{citar web|url = http://www.churchofantioch.org/coa/index.php?option=com_content&task=view&id=29&Itemid=45| título = Igreja Católica Apostólica de Antioquia| língua = inglês| publicado = Site oficial}}</ref>.
* O patriarca da [[Igreja Católica Ortodoxa Americana]].
* O patriarca da [[Assembleia de Jerusalém]].
 
== Ver também ==
* [[Supremo Patriarca da Tailândia]]
* [[SupremoLista Patriarcados dopatriarcas Cambojaatuais]]
* [[Lista de posições na hierarquia católica]]
* [[Supremo Patriarca do Laos]]
 
{{Referências|col=2}}
==Ver também==
* [[Anexo:Lista de posições na hierarquia católica|Lista de posições na hierarquia católica]]
 
== Ligações externas ==
{{refbegin|2}}
* [http://www.vatican.va/roman_curia/congregations/cfaith/documents/rc_con_cfaith_doc_20000630_chiese-sorelle_po.html Congregação para a Doutrina da Fé: Nota sobre a expressão «igrejas irmãs»]
* {{Cite EB1911|wstitle=Patriarch|short=x}}
* [http://www.ecclesia.com.br Ecclesia: Igrejas Ortodoxas]
* {{Cite Americana|wstitle=Patriarchs |short=x}}
* [http://www.ecclesia.com.br/biblioteca/direito_canonico/a_hierarquia_na_igreja_oriental.htm A Hierarquia na Igreja Oriental]
* {{citar web|url = http://www.gcatholic.org/hierarchy/patriarchs.htm| título = Atuais e antigos patriarcados da Igreja Católica| publicado = GCatholic| língua = inglês}}
* {{citar web|url = http://www.gcatholic.org/dioceses/data/type-t1.htm| título = Atuais sés patriarcas titulares da Igreja Católica| publicado = GCatholic| língua = inglês}}
* {{citar web|url = http://www.gcatholic.org/dioceses/data/type-patr.htm| título = Atuais patriarcados da Igreja Católica| publicado = GCatholic| língua = inglês}}
* {{citar web|url = http://www.vatican.va/roman_curia/congregations/cfaith/documents/rc_con_cfaith_doc_20000630_chiese-sorelle_po.html| publicado = [[Congregação para a Doutrina da Fé]]| título = Nota sobre a expressão «igrejas irmãs»| língua = inglês}}
* {{citar web|url = http://www.ecclesia.com.br | publicado = Ecclesia| título = Igrejas Ortodoxas| língua = inglês}}
* {{citar web|url = http://www.ecclesia.com.br/biblioteca/direito_canonico/a_hierarquia_na_igreja_oriental.htm| título = A Hierarquia na Igreja Oriental| publicado = Ecclesia| língua = inglês}}
{{refend}}
 
{{Igreja Católica2}}
 
[[Categoria:Bispos| ]]
[[Categoria:Igrejas Orientais]]
[[Categoria:Ministros de culto religioso]]
[[Categoria:Hierarquia católica]]
[[Categoria:Patriarcas| ]]
[[Categoria:Termos cristãos]]