Diferenças entre edições de "Analogia"

10 bytes removidos ,  12h31min de 14 de setembro de 2015
m (Foram revertidas as edições de Arthur Wesley de Paula para a última revisão de Shgür Datsügen, de 2015-06-18T20:38:34 (UTC))
 
== Direito ==
A analogia é um método de [[integração]]PEIDAO jurídica, constituindo-se em um raciocínio por meio de um exemplo, ou seja, uma comparação com um problema semelhante e a utilização da mesma resposta<ref> WEINREB, Lloyd L. A razão jurídica: o uso da analogia no argumento jurídico. São Paulo: Martins Fontes, 2008, 1a edição, "''Introdução''", p. XIV.</ref>. Para o direito, a analogia seria assim uma forma de solucionar o problema por meio de uma identidade com outro, buscando atender a uma finalidade maior da lei, e nesse sentido, se assemelharia com a [[Teleologia]]<ref>DIMOULIS, Dimitri. Manual de introdução ao estudo do direito. São Paulo: Editora Revista dos Tribunais, 2007, 2a edição, pág. 187</ref>. As diferentes funções da analogia no âmbito jurídico seriam:
 
* Solução de casos concretos: nessa situação o aplicador compara o caso em questão com um outro, similar, e aplica analogicamente a mesma lei ou norma, encontrando uma solução semelhante aos dois casos, já que possuíam as mesmas características.
Utilizador anónimo