Abrir menu principal

Alterações

1 byte removido, 17h55min de 29 de setembro de 2015
 
[[Ficheiro:Bundesarchiv Bild 102-00178, Frankreich, Eroberte französische Stellung.jpg|thumb|250px|left|<center>Soldados alemães avançam em outrora posição francesa entre Loivre e Brimont, em 1918.</center>]]
O ataque alemão a leste do Reims foi parado logo no primeiro dia, mas o ataque a oeste foi muito melhor. Os defensores da margem sul do [[Rio Marne|Marne]] não aguentaram três horas sob intenso fogo alemão. Sob fogo pesado de metralhadoras, os [[Stormtroopers (Alemanha)|stormtrooperssturmtruppen]] (tropas de assalto) alemães atravessaram o rio em barcos improvisados. Com grande engenhosidade e maestria, as forças alemães começaram a construir pontes em vários locais onde soldados sobreviventes dos Aliados ainda resistiam. Algumas unidades da Força Expedicionária Aliada, como a 3ª Divisão de Infantaria Americana, seguraram bem suas posições e até contra-atacaram mas, ao anoitecer, os alemães já haviam capturado várias cabeças-de-pontes ao redor da cidade de [[Dormans]], avançando fundo em território Aliado, mesmo ainda que sob intenso bombardeio de aviões franceses.
O XXII Corpo do exército britânico e 85 mil americanos se juntaram aos franceses em batalha e pararam o avanço inimigo em 17 de julho. Agora, em vantagem, os Aliados não tardariam em contra-atacar.
 
330

edições