Diferenças entre edições de "Romanização do japonês"

7 bytes adicionados ,  23h18min de 2 de novembro de 2015
O número de kanjis que estava incorreto e os idiogramas no hiragana e katakana acrescentando o ten-ten e o maru aumentam os idiogramas
m (Removing Link GA template (handled by wikidata) - The interwiki article is not good)
(O número de kanjis que estava incorreto e os idiogramas no hiragana e katakana acrescentando o ten-ten e o maru aumentam os idiogramas)
{{Sem notas|data=dezembro de 2013}}
O {{nihongo|'''''rōmaji'''''|ローマ字||, lit. "letra romana"}} é empregado na transcrição fonética da [[língua japonesa]] para o [[alfabeto latino]] (ou ''[[romano]]''). O japonês é escrito normalmente ou em ''[[kanji]]s'' (cercamais de dois3 mil ideogramas) ou em ''[[hiragana]]s'' e ''[[katakana]]s'' (4872 idiogramas cada alfabeto). A romanização está presente onde há mensagens destinadas a estrangeiros, como nas sinalizações de rua, em passaportes, em dicionários e em livros didáticos para os estudantes da língua. É a [[transliteração]] da língua japonesa.
 
Existem diferentes sistemas de romanização, sendo que os principais são três: o sistema Hepburn, o ''Kunrei-shiki'' (ISO 3602) e o ''Nihon-shiki'' (ISO 3602 estrito). Sistemas variantes do Hepburn são os que estão em maior uso.
Utilizador anónimo