Abrir menu principal

Alterações

66 bytes adicionados ,  13h07min de 2 de dezembro de 2015
sem resumo de edição
{{Info/Escritor
|nome = Jaime Batalha Reis
|imagem = File:Retrato de Jaime Batalha Reis - Columbano Bordalo Pinheiro, 1892.png
|imagem_tamanho = 250px
|nascimento_data = {{dni|lang=br|24|12|1847|si}}
|nascimento_local = [[Lisboa]], [[Portugal]]
|morte_data = {{nowrap|{{morte|lang=pt|24|1|1935|24|12|1847}}}}
|morte_local = [[Torres Vedras]], [[Portugal]]
|residência =
|nacionalidade = {{PORb}} [[Portugal|Português]]
|prémios =
}}
'''Jaime Batalha Reis''' ([[Lisboa]], [[24 de Dezembro]] de [[1847]] — [[Torres Vedras]], [[24 de Janeiro]] de [[1935]]) foi um agrónomo, diplomata, geógrafo e publicista. Foi uma das figuras eminentes da ''[[Geração de 70]]'' e companheiro mais próximo de [[Antero de Quental]] nos tempos do Cenáculo da Travessa do Guarda-Mor em Lisboa (1868-1871). Acompanhou de perto todo o percurso dos ''[[Vencidos da Vida]]'' com quem se relacionou. Colaborou na revista ''[[O Occidente: Revista Illustrada de Portugal e do Extrangeiro|O Occidente]]'' (1878-1915) e na ''[[Revista do Conservatório Real de Lisboa]]'' <ref >{{Citar web |autor=Helena Roldão |data=07 de novembro de 2014 |título=Ficha histórica:Revista do Conservatório Real de Lisboa: publicação mensal ilustrada (1902) |url=http://hemerotecadigital.cm-lisboa.pt/FichasHistoricas/RevistadoConservatorio1902.pdf |publicado=[[Hemeroteca Municipal de Lisboa]] |acessodata=23 de julho de 2015}}</ref> (1902).
 
{{Referências}}
 
{{mínimo}}
 
=={{Ligações externas}}==
*[http://www.instituto-camoes.pt/cvc/figuras/jbreis.html Batalha Reis na página do Instituto Camões]
Utilizador anónimo