Diferenças entre edições de "Evolução social"

17 bytes adicionados ,  17h57min de 24 de fevereiro de 2016
Corrigi erros de ortografia.
(início)
 
(Corrigi erros de ortografia.)
{{ver desambig|este=o conceito na biologia evolutiva|o conceito antropológico|Evolucionismo social}}
'''Evolução social''' é uma subdisciplina da [[biologia evolutiva]] que estuda comportamentos que têm consequências na [[aptidão]] não só do actorator, mas também de outros indivíduos. Estes comportamentos sociais são normalmente divididos em quatro tipos:
*Mutuamente benéficos - comportamento que aumenta a aptidão do actorator e do receptor do comportamento
*Egoístas - comportamento que aumenta a aptidão do actorator, mas diminui a do receptor
*Altruístas - comportamento que diminui a aptidão do actorator, mas aumenta a do receptor
*Despeito - comportamento que diminui a aptidão quer do actorator quer do receptor.
 
A evolução de comportamentos altruístas como as castas [[Esterilidade|estéreis]] em [[formiga]]s e outros insectosinsetos [[EusocialidadeEussocialidade|eusociaiseussociais]] foramfoi notadosnotada inicialmente por [[Charles Darwin]] como uma dificuldade à [[teoria da [[evolução]] por selecção[[seleção natural]], uma vez que a teoria favoreceria apenas a manutenção de características vantajosas. Na década de 1960, [[DW. HD. Hamilton]] mostrou que comportamentos altruístas poderiam manter-se numa população quando o custo para o actorator fosse menor que o produto do benefício para o recipientereceptor pelo parentesco [[Gene|genético]] entre os dois. Uma teoria conhecida actualmenteatualmente como [[selecçãoseleção de parentesco]].
<ref>{{Cite book| publisher = Cambridge University Press| isbn = 9780521883177 0521883172 9780521709620 0521709628| last = Székely| first = T| coauthors = Allen J Moore, J Komdeur| title = Social behaviour: genes, ecology and evolution| location = Cambridge; New York| date = 2010}}</ref>