Diferenças entre edições de "Unidos Podemos"

2 368 bytes adicionados ,  21h21min de 16 de maio de 2016
sem resumo de edição
m (Página proposta para eliminação semirrápida, usando FastButtons)
{{ESR2|1=21 de maio|marcação=20160521|assunto=política|2=Artigo sem [[WP:FF|fontes fiáveis]] e [[WP:FI|independentes]] que confirmem as afirmações do texto e atestem notoriedade. Ver [[WP:V|princípio da verificabilidade]] e [[WP:CDN|critérios de notoriedade]] (e o [[Wikipédia:Critérios de notoriedade/Política|critério específico para política]]). Páginas pessoais, fóruns, blogues e redes sociais (como Facebook, Twitter, etc.) não são fontes fiáveis. [[Usuário(a):Garavello|Garavello]] ([[Usuário(a) Discussão:Garavello|discussão]]) 21h18min de 16 de maio de 2016 (UTC)}}
'''Unidos Podemos''' é o nome da coligação eleitoral formado por [[Podemos (Espanha)|Podemos]], [[Esquerda Unida]] e outros diversos partidos de [[Esquerda (política)|esquerda]] para concorrer às [[Eleições gerais na Espanha em 2016]]<ref>{{Citar web|url=http://politica.elpais.com/politica/2016/05/13/actualidad/1463124909_878642.html|titulo=Unidos Podemos, el nombre de la coalición de Podemos e IU|data=2016-05-16|acessodata=2016-05-16|obra=EL PAÍS|lingua=es}}</ref>.
 
Em meados de [[Abril]] de [[2016]], negociações entre o [[Podemos (Espanha)|Podemos]] e a [[Unidade Popular (Espanha)|Unidade Popular]], liderada pela [[Esquerda Unida]], começaram negociações, de forma a unirem forças e conseguiram ultrapassar o [[PSOE]], como o maior partido da [[esquerda]] [[espanhola]]<ref>{{Citar web|url=http://www.elperiodico.com/es/noticias/politica/podemos-acepta-con-26-j-5070990|titulo=Podemos e IU ultiman un pacto para ir juntos si se repiten las elecciones|data=2016-04-20|acessodata=2016-05-16|obra=El Periódico}}</ref><ref>{{Citar web|url=http://www.larazon.es/espana/podemos-acepta-un-pacto-nacional-con-iu-para-ir-juntos-a-las-elecciones-PC12459655|titulo=Podemos e IU avanzan en un pacto para superar al PSOE tras el 26-J|acessodata=2016-05-16|obra=www.larazon.es}}</ref>.
 
Em [[Maio]] de [[2016]], as negociações foram concluídas com sucesso, com a coligação de [[Podemos]] com a [[Esquerda Unida]], graças à aprovação em consultas internas, em ambos os partidos<ref>{{Citar web|url=http://www.elmundo.es/espana/2016/05/12/5734580f468aeb05058b4636.html|titulo=Las bases de IU aprueban por un 87,8% la coalición con Podemos|acessodata=2016-05-16|obra=ELMUNDO}}</ref><ref>{{Citar web|url=http://www.elmundo.es/espana/2016/05/12/57349bd822601dab768b466d.html|titulo=Las bases de Podemos respaldan por un 98% la alianza con IU|acessodata=2016-05-16|obra=ELMUNDO}}</ref>. Ambos os partidos, marcaram o [[Partido Popular (Espanha)|Partido Popular]] como maior rival, procurando marginalizar o [[PSOE]] e, afirmar-se como o maior partido de esquerda<ref>{{Citar web|url=http://www.publico.es/politica/garzon-augura-alianza-e-izquierda.html|titulo=Garzón augura que la alianza entre Podemos e Izquierda Unida podría disputar el primer puesto el 26-J|acessodata=2016-05-16|obra=www.publico.es|lingua=es-ES}}</ref>.
 
{{Referências|col=2}}'''Unidos Podemos''' é o nome da coligação eleitoral formado por [[Podemos (Espanha)|Podemos]], [[Esquerda Unida]] e outros diversos partidos de [[Esquerda (política)|esquerda]] para concorrer às [[Eleições gerais na Espanha em 2016]]<ref>{{Citar web|url=http://politica.elpais.com/politica/2016/05/13/actualidad/1463124909_878642.html|titulo=Unidos Podemos, el nombre de la coalición de Podemos e IU|data=2016-05-16|acessodata=2016-05-16|obra=EL PAÍS|lingua=es}}</ref>.
 
Em meados de [[Abril]] de [[2016]], negociações entre o [[Podemos (Espanha)|Podemos]] e a [[Unidade Popular (Espanha)|Unidade Popular]], liderada pela [[Esquerda Unida]], começaram negociações, de forma a unirem forças e conseguiram ultrapassar o [[PSOE]], como o maior partido da [[esquerda]] [[espanhola]]<ref>{{Citar web|url=http://www.elperiodico.com/es/noticias/politica/podemos-acepta-con-26-j-5070990|titulo=Podemos e IU ultiman un pacto para ir juntos si se repiten las elecciones|data=2016-04-20|acessodata=2016-05-16|obra=El Periódico}}</ref><ref>{{Citar web|url=http://www.larazon.es/espana/podemos-acepta-un-pacto-nacional-con-iu-para-ir-juntos-a-las-elecciones-PC12459655|titulo=Podemos e IU avanzan en un pacto para superar al PSOE tras el 26-J|acessodata=2016-05-16|obra=www.larazon.es}}</ref>.