Diferenças entre edições de "Digitalis purpurea"

1 314 bytes adicionados ,  14h29min de 23 de maio de 2016
Foram revertidas as edições de 84.91.85.34 por fazer ataques pessoais (usando Huggle) (3.1.20)
Etiquetas: Edição via dispositivo móvel Edição feita através do sítio móvel
(Foram revertidas as edições de 84.91.85.34 por fazer ataques pessoais (usando Huggle) (3.1.20))
 
==Genética==
As cores das pétalas da ''Digitalis purpurea'' são determinadas por pelo menos três [[gene]]s, que [[interação gênica|interagem]] uns com os outros..<ref>[http://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK21774/ Griffiths AJF, Miller JH, Suzuki DT, et al. An Introduction to Genetic Analysis. 7th edition. New York: W. H. Freeman; 2000. Gene interaction in petal color of foxgloves.]</ref>
 
O gene dominante M determina a produção de um pigmento roxo, um tipo de antocianina. O gene recessivo m não produz esse pigmento. O gene dominante D é um [[enhancer]], que estimula a super expressão do gene M, fazendo com que seja produzida uma grande quantidade de pigmento. O gene recessivo d não estimula essa super produção, fazendo com que apenas uma pequena quantidade de pigmento seja produzida. Por último, o gene W faz com que o pigmento seja depositado apenas em alguns pontos no interior da pétala, enquanto que o gene w permite que a cor apareça por toda a pétala.
[[File:Digitalis purpurea phenotypes.png|thumbnail|left|Os quatro fenótipos possíveis de ''Digitalis purpurea'']]
Essa combinação leva a uma grande quantidade de possíveis [[genótipo]]s, mas como há interação gênica, apenas quatro [[fenótipo]]s são observados:
 
*M/_; W/_; _/_ = flor branca com pontos roxos;
*m/m; _/_; _/_ = flor branca com pontos amarelados;
*M/_; w/w; d/d = flor roxa clara;
*M/_; w/w; D/_ = flor roxa escura.
 
== {{Ligações externas}} ==
63 441

edições